Com 35 metros a menos que o campo do Maracanã em comprimento, aeronave chega a 118 km/h. Empresa diz não ter planos de trazer um para a Copa do Mundo no Brasil

Novo dirigível da Goodyear em seu primeiro voo, na tarde de ontem
Divulgação
Novo dirigível da Goodyear em seu primeiro voo, na tarde de ontem


Fabricante de pneus, mas famosa por seus dirigíveis - um deles costumava sobrevoar estádios brasileiros, no começo dos anos 2000, em dia de rodada de futebol -, a Goodyear apresentou nesta semana, nos EUA, sua nova aeronave, com 75 metros de comprimento e capacidade para voar a 118 km/h.

Ainda sem nome definido - ele será escolhido em um concurso nos EUA -, o dirigível começou a ser construído em março do ano passado, no hangar da empresa, em Suffield, Ohio, e, segundo comunicado oficial, é mais rápido e de maior dirigibilidade que os anteriores, pode carregar até 12 passageiros e deve entrar em operação durante o verão norte-americano, em julho.

"Esse dirigível oferecerá funções avançadas de cobertura aérea para televisão, escala ampliada de voos para cobrir mais eventos e uma experiência inigualável", diz Paul Fitzhenry, vice-presidente de comunicação global da companhia. A assessoria da empresa no Brasil informou que não há planos de trazer um dirigível para a Copa do Mundo, mas que ainda não é possível dizer se o mesmo se repetirá em 2016, com as Olimpíadas do Rio de Janeiro.

Assista ao vídeo da construção do novo dirigível da Goodyear:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.