Ferrari 375-Plus dos anos 50 foi arrematada por mais de 10,7 milhões de libras esterlinas. Apenas cinco carros do modelo de competição foram fabricados

Ferrari 375-Plus foi leiloada por mais de 10 milhões de libras esterlinas
Bonhams
Ferrari 375-Plus foi leiloada por mais de 10 milhões de libras esterlinas

Pela Tabela Fipe, a Ferrari zero quilômetro mais cara à venda no Brasil é a F12 Berlinetta com 740 cavalos, por R$ 3 milhões, mas mal sabe ela que este valor é menos de 10% do que foi pago por uma  Ferrari 375-Plus de 1954 .

O esportivo foi leiloado no final do mês passado, na Inglaterra, durante o Festival de Velocidade de Goodwood , por 10,75 milhões de libras esterlinas, o equivalente a R$ 40,8 milhões, suficiente para comprar 13 modelos da F12 Berlinetta.

Segundo a Bonhams, responsável pelo leilão, o valor é um recorde para uma Ferrari de competição e o terceiro maior na história para um carro leiloado. Com motor 4.9 V12 de 330 cavalos, o que lhe rendeu apelidos como "Le Monstre" e "The Fearsome Four-Nine", a 375-Plus competiu em provas como 24 Horas de Le Mans, Mille Miglia e do Grande Prêmio Britânico de F1, este último vencido pelo modelo, tendo o argentino José Froilán González ao volante.

A 375-Plus era considerada pela Ferrari como a grande aposta para igualar os carros da Mercedes e da também italiana Maserati para a temporada de 54 da F1. O campeão naquele ano foi o argentino Juan Manuel Fangio, que viria a ser pentacampeão da categoria três anos depois, vencendo seis das nove etapas, duas com a Maserati, quatro com a Mercedes.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.