Ferrari que Michael Schumacher usou na vitória do Grande Prêmio do Brasil de 2000 é um dos modelos disponíveis. Pebble Beach Concours d'Elegance, na Califórnia, termina no domingo

Ferrari 275 GTB/C Speciale by Scaglietti é um dos modelos sem previsão de valor no leilão da RM
Divulgação/RM Auctions
Ferrari 275 GTB/C Speciale by Scaglietti é um dos modelos sem previsão de valor no leilão da RM

Você já imaginou mais de R$ 1 bilhão ser movimentado em dois dias apenas com vendas de carros? Pois é este o valor que o Pebble Beach Concours d'Elegance , tradicional encontro de carros antigos, pode levantar com os leilões de modelos raros nesta semana, nos EUA.

De acordo com a previsão da Hagerty Insurance , empresa especializada em avaliar carros, os modelos disponíveis no evento na Califórnia valem, juntos, pelo menos US$ 450 milhões, cerca de R$ 1,02 bilhão.

No ano passado, os leilões promovidos por casas conhecidas do ramo, como Godding & Company, RM Auctions e Bonhams, arrecadaram US$ 312 milhões. Neste ano, a empresa de seguros estima que, no mínimo, 12 modelos podem ser arrematados por mais de US$ 10 milhões cada. Uma Ferrari 250 GTO de 1962 que ficou por 49 anos sob os cuidados de uma única família, por exemplo, estava prevista para ser arrematada por até US$ 70 milhões, mas "decepcionou": US$ 38,1 milhões.

No entanto, há modelos "mais em conta". Apaixonados - e ricos - por Fórmula 1 podem comprar a Ferrari F1-2000 que Michael Schumacher usou para conquistar o GP do Brasil de 2000. O piloto alemão levou o tricampeonato naquela temporada, seu primeiro título com a escuderia italiana. A RM Auctions é a responsável pelo leilão. Veja abaixo os 16 carros mais caros que eles irão leiloar entre hoje e amanhã.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.