Preparadora Hennessey, a mesma que criou o Venom GT, é quem está por trás do projeto; 500 unidades serão produzidas

Mustang GT 2015 preparado pela Hennessey. Apenas 500 unidades serão produzidas
Divulgação
Mustang GT 2015 preparado pela Hennessey. Apenas 500 unidades serão produzidas

Depois que Corvette e Dodge Challenger ganharam versões extremas com Z06 (650 cv) e Hellcat (707 cv), respectivamente, é a vez do Mustang receber a sua e completar a "trindade de muscle cars" que passa dos 600 cavalos de potência.

A versão turbinada do Mustang GT é de responsabilidade da Hennessey, a mesma que está por trás do Venom GT, superesportivo que bateu a marca dos 435 km/h em março deste ano.

O pacote de upgrade da preparadora do Texas, chamado de HPE700 Supercharged , leva a potência do Mustang GT para 717 cavalos, quase 300 cavalos a mais que a versão "normal" do GT, vendida a partir de US$ 32,1 mil pela Ford.

"Nosso pacote HPE700 Supercharged vai elevar o desempenho deste míssil a ponto de rivalizar com os mais rápidos carros esportivos europeus", diz John Hennessey em comunicado oficial. De acordo com a empresa, o Mustang GT turbinado será capaz de ir de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos e bater um quarto de milha (pouco mais de 400 metros) em 11,2 segundos, o que o colocaria na 3ª posição do racha da Motor Trend .

O pacote de upgrade, com o Mustang GT 5.0 2015, custará a partir de US$ 59,5 mil, equivalente a R$ 146 mil sem impostos, o que deixa muito próximo do Dodge SRT Challenger Hellcat (a partir de US$ 59,9 mil) e distante do Corvette Z06 (US$ 78,9 mil). Apenas 500 unidades serão produzidas.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.