Sem espaço para guardar sua coleção com 215 automóveis, Marcos Cardoso abriu garagem a 30 minutos da capital paulista e agora vende vagas para colecionadores que não têm tempo de cuidar como gostariam de suas relíquias. Mensalidade custa a partir de R$ 450

Marcos Cardoso, criador do Box 54, em Araçariguama, no interior de São Paulo
Brunno Kono/iG São Paulo
Marcos Cardoso, criador do Box 54, em Araçariguama, no interior de São Paulo

Há quem encontre a oportunidade de negócio na necessidade, mas para Marcos Cardoso , de 61 anos, empreender foi a única saída para o seu "problema". Apaixonado por carros desde os cinco anos de idade e colecionador desde os 13, o empresário teve que improvisar para guardar a pequena coleção que hoje conta com 215 automóveis, entre eles um Ford T de 1911 avaliado em R$ 250 mil.

Sem espaço na garagem de casa, ele chegou a comprar uma chácara no interior de São Paulo, pegar emprestadas as vagas nos apartamentos de amigos e familiares e distribuir os veículos em três estacionamentos. "A maior dificuldade que eu tinha era onde colocar o carro. Quando arrumava lugar, ele ficava largado, sujo, ligava e não funcionava, murchava o pneu, a bateria descarregava", lembra Cardoso.

Foi assim que a Box 54 "surgiu da própria necessidade". Localizada na saída do km 54 da Rodovia Castello Branco, no município de Araçariguama, e a cerca de 30 minutos da capital paulista, o conjunto de três galpões será garagem para veículos antigos – "uma marina de carros", observa Marcos –, quase sempre carentes de cuidados especiais, mas que acabam não tendo a devida atenção dos donos.

COMO FUNCIONA A "MARINA"?

Embora não haja uma restrição, é de se esperar que apenas carros antigos fiquem na garagem, com capacidade para 450 vagas, 225 delas já ocupadas (a grande maioria pela própria coleção de Cardoso). Pela mensalidade, que varia de R$ 450 a R$ 550, o dono não precisa se preocupar com praticamente nada.

"O carro dele vai estar preservado, cobrimos a placa, controlamos os fluidos, calibramos os pneus, a bateria está sempre carregada, polimos, giramos a roda a cada 15 dias se ele não andar com o carro", explica o empresário, que contará com uma equipe de 15 profissionais para cuidar dos mais de 200 automóveis.

Veja fotos da Box 54 e de alguns dos modelos que poderão ser encontrados lá:

"CARRO A GENTE NÃO PROCURA, A GENTE TROPEÇA"

Colecionador há 48 anos, Marcos conta que a paixão pelas quatro rodas vem da infância. "Comecei a gostar com cinco anos, meu pai me tirava do berço e eu corria para a garagem. Antes dele sair para trabalhar, eu ligava o motor, colocava água no radiador, era assim. Quando ele queria me castigar, não deixava eu andar com ele, não deixava eu lavar o carro."

A coleção do empresário começou oito anos depois, com um Ford Prefect E93A preto de 1948, mantido em estado impecável até hoje. Além do primeiro carro, que tem todo um valor simbólico que não é possível medir em cifras, Marcos diz que a dupla formada por um Buick verde de 1929 e um Chrysler vermelho de 1928 também é especial em sua coleção.

Questionado sobre qual será o carro de número 216 de sua coleção, ele desconversa: "Algum. Não sei, carro a gente não procura, a gente tropeça. Isso vai acontecer a qualquer momento". Mas e se tivesse que escolher só um? Aí a resposta está na ponta da língua. "Cadillac Eldorado 1954 rabo-de-peixe conversível. Eu e o mundo inteiro gostamos disso."

SERVIÇO:

Box 54
Onde: Araçariguama (SP)
Endereço: Estrada Gregório Spina, n° 341, Galpão O (Distrito Industrial)
Telefone de contato: (11) 4204-1280
Mais informações: site oficial

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.