Pai diz que carros que Walker tinha com Roger Rodas, morto no mesmo acidente que vitimou o ator, eram de seu filho. Ele quer os veículos de volta ou US$ 1,8 milhão, valor da coleção

Paul Walker
Reprodução
Paul Walker

Amigos e parceiros nos negócios, Paul Walker e Roger Rodas morreram em novembro de 2013, após o Porsche Carrera GT, dirigido por Rodas, bater em uma árvore e explodir, em Santa Clarita, nos EUA. Cerca de um mês depois, o site especializado The Smoking Tire revelou que uma bela coleção de carros  em uma garagem na Califórnia pertencia aos dois.

É esta coleção o motivo de uma disputa judicial entre as famílias de Walker e Rodas.

De acordo com informações do site de fofocas TMZ , o pai de Walker, Paul Walker III, afirma que boa parte dos carros, senão todos, da coleção na garagem da Always Evolving, empresa dos dois amigos mortos, eram de seu filho. Como a coleção estava avaliada em torno de US$ 1,8 milhão (equivalente a R$ 4,8 milhões em conversão direta), Walker III quer o dinheiro ou os veículos.

O TMZ informa que a família de Rodas já rejeitou o pedido, ou seja, as duas famílias resolverão a questão na Justiça. Um dos problemas, no entanto, é que, em maio de 2014, foi noticiado que a coleção com cerca de 30 carros seria vendida . Resta saber se ela está inteira ou não.

Galeria de fotos:  Conheça todos os carros do trailer do filme "Velozes e Furiosos 7"


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.