Garrison Bespoke trabalhou com fornecedores de uma divisão do exército dos EUA para criar sua peça. Objetivo é oferecer um colete discreto e com estilo para os clientes que viajam e trabalham em lugares perigosos

Ele te veste como um 007 e ainda te protege de armas de fogo. Quando a Garrison Bespoke, uma alfaiataria de luxo canadense, diz que seus clientes estão sempre bem vestidos, independentemente da situação, eles aparentemente falam sério.

CURTA A PÁGINA DO DELES NO FACEBOOK

Para garantir a integridade física dos clientes que viajam para locais perigosos - não há maiores informações sobre que lugares são esses -, a marca criou paletó e colete à prova de balas. A ideia, de acordo com a empresa, foi ter uma alternativa discreta e estilosa ao tradicional colete utilizado por policiais, autoridades e presidiários em risco.

Trabalhando em parceria com fornecedores de uma divisão do exército norte-americano, a grife canadense desenvolveu o colete com os mesmo nanotubos de carbono  usados nos uniformes dos militares dos EUA que estão no Iraque.

A empresa afirma que o material, já patenteado, é mais fino, mais flexível e 50% mais leve que o Kevlar, comumente utilizado em coletes do tipo. "O terno como um todo funciona como um escudo, com os nanotubos do tecido que ficam mais rígidos para bloquear a entrada de objetos", diz o site. Como era de se esperar, ter um terno desses custa caro. Segundo a agência de notícias AP, um traje digno de 007 custa a partir de US$ 20 mil (cerca de R$ 45 mil).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.