Para Timothy Long, curador de "The Anatomy of a Suit", estudos anteriores sobre os ternos negligenciam o fato de que eles são feitos da engenharia, capazes de "transformar o corpo"

Timothy Long desconstrói ternos de diferentes épocas de Londres
Divulgação/Museum of London
Timothy Long desconstrói ternos de diferentes épocas de Londres

Dizem que o terno como nós o conhecemos hoje tem suas origens nas cortes do rei Carlos 2°, monarca que governou Inglaterra, Escócia e Irlanda durante o Século 17. São mais de 300 anos de história de uma roupa que provavelmente nunca deve sair de moda.

Tanta história pode ter servido de inspiração para o Museu de Londres sediar a exposição " The Anatomy of a Suit ", ou "A Anatomia de um Terno". Nela, o curador Timothy Long "disseca" ternos de diferentes épocas, comprados na capital inglesa, como paletós dos anos 20, 30 e 60.

Segundo Long, "estudos anteriores sobre o terno muitas vezes negligenciaram o fato de que a roupa é um feito da engenharia, com a habilidade de transformar o corpo". 

"Uma vez que os segredos do terno estão escondidos na parte de dentro, só quando desconstruímos o paletó e o viramos do avesso é que conseguimos mostrar essas técnicas à tona", completa Timothy, em entrevista ao site oficial do museu.

De acordo com o museu, a exposição é o primeiro de muitos eventos que vão desvendar a história da moda masculina em Londres. "The Anatomy of a Suit" estreou no final do ano passado e fica em cartaz até junho de 2014.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.