Lenda do beisebol, jogador defendeu o Boston Red Sox na década de 10 e depois foi negociado, em uma das transações mais famosas da história do esporte, para o rival New York Yankees. Acessório foi dado pela liga após o título de campeão em 1923

Relógio dado a Babe Ruth pelo título de 1923 está sendo leiloado. Casa espera chegar a US$ 750 mil
Reprodução/Heritage Auctions
Relógio dado a Babe Ruth pelo título de 1923 está sendo leiloado. Casa espera chegar a US$ 750 mil

Uma das maiores rivalidades do esporte norte-americano - e mundial - não vem do futebol. Vem do beisebol. New York Yankees e Boston Red Sox, times da MLB, se enfrentam desde 1901 e contabilizam mais de dois mil confrontos. No final dos anos 10, a relação entre os dois clubes ganhou um capítulo à parte com a transferência de Babe Ruth, então astro do Boston, para o rival da Big Apple.

Nascia aí uma maldição que viria a ser batizada de "A maldição do Bambino", como Ruth era apelidado. Campeão da World Series, as finais da MLB, em 1918, o Boston viveria um jejum de títulos de 86 anos, encerrando-a apenas em 2004. Com o New York, o "Bambino" foi campeão outras quatro vezes. A história acima e a do próprio Babe, um dos maiores nomes na história da modalidade, servem para apresentar o que muitos poderiam chamar de "cálice sagrado do beisebol".

A Heritage Auctions está leiloando o relógio de campeão da World Series de 1923 de Babe Ruth. Segundo a casa de leilões , em seu leito de morte, Ruth perguntou ao amigo Charlie Schwefel se ele queria algo dele de lembrança, Schwefel pediu o relógio. O acessório ficou com Charlie por dois anotes antes de se passado por sua esposa para o sobrinho, Lewis Fern. Em 1988, mais de 60 anos após o título, Fern o vendeu para uma coleção de artigos esportivos.

Exposição sobre Babe Ruth, em foto de julho de 2005. Número do atleta foi aposentado pelo New York Yankees
Getty Images/Ezra Shaw
Exposição sobre Babe Ruth, em foto de julho de 2005. Número do atleta foi aposentado pelo New York Yankees

Na parte da frente, o relógio estampa o nome de Babe Ruth, o dos Yankees, a lembrança do título - World Champions 1923 - e o desenho de um arremessador, rebatedor e catcher. Na parte de trás vai o nome verdadeiro do atleta - George H. Ruth - e a inscrição, gravada a seu pedido, "To may pal Charles Schwefel" (Para o meu amigo Charles Schwefel). O leilão acaba no próximo dia 22, e o valor que eles esperam alcançar é de US$ 750 mil ou mais. Os lances estão em US$ 220 mil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.