Mikael Vejdemo-Johansson percebeu que os nós exibidos por Merovíngio, personagem da trilogia "Matrix", não constavam entre as 85 combinações de um estudo de 1999

Merovíngio, personagem da trilogia
Reprodução
Merovíngio, personagem da trilogia "Matrix", inspirou novos nós de gravata

As duas sequências de "Matrix" - "Reloaded" e "Revolutions" - ficaram aquém do primeiro, mas aparentemente serviram para alguma coisa. Graças ao personagem Merovíngio, interpretado pelo ator francês Lambert Wilson, o matemático Mikael Vejdemo-Johansson, do KTH Royal Institute of Technology de Estocolmo, na Suécia, notou que alguns dos nós de gravata usados pelo personagem não constavam em um estudo de 1999 da Universidade de Cambridge.

O estudo dos anos 90 tinha algumas "regras" para um nó de gravata ser definido como nó de gravata, como um número máximo de oito movimentos e a superfície ficar totalmente lisa, compilando assim um total de 85 tipos. 

Vejdemo-Johansson e outros três colegas "reescreveram" as regras e ampliaram o número de movimentos para 11 antes da gravata ficar curta demais, chegando à conclusão de que é possível ter 177.147 combinações diferentes, como o "Ediety" do Merovíngio.

Tantas combinações não significa necessariamente que você pode usar um nó diferente por dia. "Tentei 10 ou 20 delas, e a maioria, para ser honesto, fica meio estranha", diz Mikael ao New Scientist. Mas, se você quiser seguir em frente, o matemático criou um site  com combinações aleatórias. É entrar e tentar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.