"The Suitsy" reúne, em uma só peça, calça, camisa e paletó. "Ninguém sabe que não é um terno de verdade", conta o criador Jesse Herzog

The Suitsy, criado por Jesse Herzog, de San Francisco
Reprodução
The Suitsy, criado por Jesse Herzog, de San Francisco

Um empresário de San Francisco, na Califórnia, pode ter criado uma alternativa para quem está cansado de vestir terno e gravata todos os dias para trabalhar. A ideia de Jesse Herzog é uma peça única com calça, paletó e uma falsa camisa por baixo dele.

Em entrevista ao jornal britânico "The Guardian", Herzog conta que teve a ideia há cerca de seis meses e que a costureira designada para o trabalho chamou sua ideia de loucura, mas que depois de ver o trabalho feito, achou fantástico.

No "The Suitsy", como foi batizado o projeto, a camisa está ligada à calça pela cintura e ao paletó. O zíper da calça começa no cavalo e termina só no colarinho, como este vídeo  com o próprio Herzog mostra. Cinto e sapatos não fazem parte do Suitsy.

A peça única é voltada para homens de negócio que apreciam "elegância, conveniência e conforto", nas palavras do criador, que a usa. "Ninguém sabe que não é um terno de verdade. A estreia foi no jantar de ensaio para o meu casamento", diz.

Para minimizar os riscos financeiros de lançar o produto por conta própria, o empresário recorreu ao site de crowdfunding Betabrand . Para viabilizar o projeto, as pessoas precisam votar, mas o site não informa quantos votos são necessários para que isso aconteça.

Terno e gravata sem erro. Veja as dicas de Ricardo Almeida:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.