Salão onde Mark Bustos trabalha cobra US$ 150 pelo corte, mas, aos domingos, ele não cobra nada e conta as histórias por trás de cada corte que faz nas ruas

Mark Bustos
Reprodução/Instagram/markbustos
Mark Bustos

Mark Bustos , barbeiro de 30 anos, trabalha no Three Squares Studios, salão de Nova York que cobra até US$ 150 (pouco mais de R$ 400 em conversão direta) por um corte, mas, aos domingos, o salão onde Bustos trabalha aumenta consideravelmente de tamanho e o preço também muda: custo zero.

É aos domingos que Bustos percorre alguns bairros de Manhattan e oferece cortes de graça para moradores de rua. "Seja no trabalho ou na rua, acho que todos nós conseguimos fazer uma relação entre um corte de cabelo e como nos sentimos. Todos nós sabemos como é ter um bom corte", conta Mark em entrevista ao New York Times .

Antes e depois de Jack, de 72 anos
Reprodução/Instagram/markbustos
Antes e depois de Jack, de 72 anos

O barbeiro diz que iniciou o projeto em 2012, após viajar para as Filipinas, onde familiares moram. Lá, ele ficou impressionado com a pobreza e decidiu alugar uma barbearia para ajudar no que pudesse.

Leia também: "Mendigo estiloso" de cidade ucraniana é tema de ensaio fotográfico. Veja as imagens aqui

"Isso fez com que eu me sentisse bem. Era certo trazer para Nova York", observa Bustos, que lembra de cabeça os nomes de alguns dos moradores de rua que ajudou.

Os cortes sempre acontecem no meio da rua, calçadas ou praças, de forma que quem passa pelo lado "possa se inspirar". Para saber mais sobre Bustos e as histórias por trás de cada corte de cabelo e barba, basta acompanhar seu Instagram , atualmente com mais de 220 mil seguidores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.