Cimento queimado, móveis de madeira e cores sóbrias são alguns recursos usados pelos profissionais na hora de decorar os espaços para eles

Mesa de sinuca na sala de estar. Quem nunca sonhou em ter uma dessas? O feltro só poderia ser verde
Divulgação
Mesa de sinuca na sala de estar. Quem nunca sonhou em ter uma dessas? O feltro só poderia ser verde

Entrar em um imóvel habitado exclusivamente por homens pode causar estranhamento para quem está acostumado com decorações em tons claros, florais e com absolutamente tudo em seu devido lugar.

Uma casa essencialmente masculina, garantem os arquitetos, requer tonalidades sóbrias, revestimentos rústicos – cimento queimado e madeira são algumas das opções –, soluções que tragam praticidade e facilitem a limpeza, além de objetos decorativos que remetam ao universo do homem, como capacetes e miniaturas de carros, barcos e motos. Conheça três projetos que foram desenvolvidos pensando neles:

Engenheiro gosta de receber os amigos, mas queria um espaço para a filha. Veja
Divulgação

AR DE CASA AO APARTAMENTO

O engenheiro Lamartine Navarro Neto sempre preferiu morar em uma casa, mas coube à arquiteta Ana Cristina Tavares transformar o apartamento de 260 m², no Morumbi, em um lugar propício para receber os amigos, algo que Navarro, gosta de fazer, e a filha. Uma das soluçãos foi integrar o ambiente e valorizar a área externa.

CONHEÇA O PROJETO


Por ser um apartamento de um jovem solteiro, arquiteto uniu cimento e cores
Divulgação

CIMENTO QUEIMADO E ANOS 70

Guilherme Torres recebeu de seu cliente, um jovem solteiro, o pedido para que montasse um apartamento amplo e contemporâneo. Para atender esse pedido, Torres integrou ambientes, usou cimento queimado em pisos, paredes e até na mesa de jantar, mesclando o cinza com peças de decoração com cores típicas dos anos 70.

CONHEÇA O PROJETO


Madeira e pé direito alto dão elegãncia para apartamento de homem mais velho
Divulgação

MADEIRA, PRATICIDADE E ELEGÂNCIA

Com tonalidades sóbrias e atemporais, valorização do pé direito alto e muito uso de madeira, a arquiteta Cristina Barbara transformou o apartamento de um senhor de 50 anos em um ambiente elegante e sofisticado. "Homens, no geral, sentem-se mais confortáveis com decorações limpas", diz.

CONHEÇA O PROJETO

    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.