Jayson Black correu 42,1 km, distância da prova do atletismo, diariamente para ajudar organização que alimenta quem passa fome. Dinheiro arrecadado por ele será convertido em mais de 12 mil refeições, segundo a Three Square Food Bank

Jayson Black correu diariamente a distância de uma maratona por quase um mês
Reprodução/Facebook/26 x 26 for Three Square Food Bank
Jayson Black correu diariamente a distância de uma maratona por quase um mês

Jayson Black correu como nunca para arrecadar doações para a Three Square Food Bank, organização de Las Vegas cujo objetivo é fornecer uma alimentação saudável para quem não tem o que comer. Durante 26 dias, o consultor de TI de 28 anos correu 42,1 quilômetros, o equivalente a uma maratona, todos os dias, totalizando 1.772 km percorridos com as pernas.

CURTA A PÁGINA DO DELES NO FACEBOOK

"Minha esperança é que as pessoas vejam e ouçam falar dessa missão épica e abram um pouco os olhos. Las Vegas não é apenas luzes brilhantes, grandes hotéis e cassinos. Nas sombras dos clubes de strip, as pessoas têm fome", disse Black, no oitavo dia de corrida, ao site da CNN .

"Se você andar por qualquer cidade dos EUA, sempre tem alguém segurando um cartaz ou procurando comida em uma lata de lixo. É ótimo que todos doem um peru para o Dia de Ação de Graças, mas isso é algo maior do que apenas o Dia de Ação de Graças", completa.

Consultor de TI arrecadou mais de US$ 4 mil, o que significa mais de 12 mil refeições
Reprodução/Facebook/26 x 26 for Three Square Food Bank
Consultor de TI arrecadou mais de US$ 4 mil, o que significa mais de 12 mil refeições

De acordo com dados da Feeding America , 14,7% da população norte-americana está "insegura" quando o assunto é comida, de forma que eles não sabem quando e de onde virá a próxima refeição, e dos dez estados com uma média acima da nacional, Nevada, onde fica Las Vegas, é um deles, com 16,6% da população insegura.

"VIA MEU CORPO COMO UM MOTOR"

Apesar da causa nobre, correr mais de 40 quilômetros todos os dias não foi uma tarefa simples. Jayson acordava às 4h15 da manhã, tomava uma vitamina reforçada, um banho quente e em seguida saía para correr, atividade que poderia durar até seis horas. "Eu meio que via meu corpo como um motor. A não ser que os médicos falassem para não ir adiante, nós iríamos até a linha de chegada", diz o consultor, que chegou a sofrer com uma fratura por estresse.

Com sua aventura de 26 dias, Black arrecadou US$ 4.024, 24 dólares a mais do que o planejado. Segundo Matt Muldoon, da Three Square Food Bank, cada dólar significa três refeições. Também foi declarado que o dia 23 de dezembro, data em que Black encerrou sua missão, será, localmente, o Jayson Black Day.

Se você pensa em fazer como Black, ele alerta que não há necessidades de colocar o tênis e sair por aí. "Você não precisa correr 26 maratonas em 26 dias para fazer alguém sorrir. Você não precisa fazer nenhuma maluquice. Qualquer um de nós pode fazer a diferença."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.