Levantamento da FGV, feito em São Paulo, pediu que mais de 700 entrevistados dessem notas de 1 a 5 para 68 temas. Saiba em quais houve uma grande diferença de avaliação

Homem paulistano está mais satisfeito que a mulher no que diz respeito a vida profissional e financeira
Thinkstock/Getty Images
Homem paulistano está mais satisfeito que a mulher no que diz respeito a vida profissional e financeira

Quem está satisfeito com a vida que leva em São Paulo? Uma pesquisa da FGV-Eaesp, em parceria com o aplicativo My Fun City e com o Movimento Mais Feliz, entrevistou 786 pessoas e perguntou que nota eles dão, entre 1 e 5, para 68 indicadores em dez temas diferentes: família, consumo, saúde, redes de relacionamento, vida profissional e financeira, educação, meio ambiente, segurança, Poder Público e transporte e mobilidade.

"Família" recebeu a maior nota, 3,842, mas em termos de importância para se estar satisfeito com a vida, ela perde para "vida profissional e financeira" e "saúde". Confira abaixo o ranking de satisfação:

1. Família: 3,842
2. Redes de relacionamento: 3,612
3. Consumo: 3,299
4. Saúde: 3,323
5. Vida profissional e financeira: 3,298
6. Educação: 3,068
7. Meio ambiente: 2,821
8. Segurança: 2,694
9. Transporte e mobilidade: 2,574
10. Poder Público: 1,831

A pesquisa, conduzida pela KnowHow Innova entre os dias 10 e 30 de novembro, consultou 373 homens e 413 mulheres, entre 18 e 86 anos, de São Paulo, e quando comparadas as respostas dos dois sexos ao longo de quase 70 indicadores, o Índice de Bem-Estar Brasil (WBBI em inglês) - nome do levantamento - destacou que houve uma divergência considerável na nota atribuída em 25 deles, com a ala masculina se mostrando mais satisfeita na maioria deles (22).

Em todos os indicadores de "vida profissional e financeira", por exemplo, os homens consultados se mostraram mais satisfeitos que as mulheres com o ambiente de trabalho, emprego, dinheiro guardado para aposentadoria ou imprevistos e vida financeira pessoal. A mulher, no entanto, acha que seu emprego tem uma relevância maior para uma vida feliz.

A nota que os paulistanos dão para dez áreas
Reprodução/Índice de Bem-Estar Brasil
A nota que os paulistanos dão para dez áreas

Outra curiosidade pode ser observada quando a pergunta dizia respeito a vida sexual. Segundo o levantamento, mais homens estão satisfeitos do que mulheres, e eles também enxergam o tema como mais importante para ser feliz do que as paulistanas - este é o único indicador da pesquisa em que isso acontece. Veja todos os indicadores em que houve uma grande diferença na avaliação:

HOMENS ESTÃO MUITO MAIS SATISFEITOS COM:

- Vias e rodovias que ligam a minha cidade a municípios do interior;
- Vias e rodovias que ligam a minha cidade à praia;
- Atividades de lazer que faço ao ar livre;
- Clima da cidade no inverno;
- Clima da cidade no verão;
- Clima da cidade ao longo do ano;
- Limpeza da cidade;
- Qualidade do ar que respiro;
- Qualidade das estradas do meu Estado;
- Qualidade da rua da minha cidade;
- Qualidade do transporte público;
- Meu ambiente de trabalho;
- Meu emprego;
- Dinheiro que estou guardando para aposentadoria e/ou imprevistos;
- Minha vida financeira pessoal;
- Qualidade da escola pública;
- Rede pública de saúde da minha cidade;
- Minha forma física;
- Meu nível de atividade física;
- Minha vida sexual;
- Atuação do corpo de bombeiro;
- Nível de violência da cidade.

MULHERES ESTÃO MUITO MAIS SATISFEITAS COM:

- Frequência de contato que tenho com meus familiares mais próximos;
- Relação que tenho com meus amigos;
- Nível de controle da fronteira do Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.