Cérebro de cabra, testículos de touro, sementes de maconha, formigas, poeira lunar e melancia. Criatividade é o que não falta na cabeça dos mestres-cervejeiros na hora de criar uma cerveja

As escolas alemãs seguem a "Reinheitsgebot", também conhecida como lei da pureza alemã, instituída há quase 500 anos e que determina quais ingredientes podem ser usados na produção da cerveja.

Escolas de outras países, principalmente dos EUA, procuram sempre inovar, mas alguns dos ingredientes utilizados por algumas microcervejarias certamente fariam o duque Guilherme IV da Baviera, autor da lei da pureza, se revirar em seu túmulo. 

No último dia 30, por exemplo, a Dock Street Brewery lançou a Walker - o iG esteve lá para experimentar -, rótulo que tem em sua receita nada menos que cérebro de cabra defumado. E cérebro é um de inúmeros ingredientes exóticos usados na produção de cervejas especiais. Sementes de maconha, testículos de touro, poeira lunar, vale tudo.

Veja as cervejas mais exóticas do mundo:

* Bebidas alcoólicas são proibidas para menores de 18 anos. Se beber, não dirija.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.