Após o passeio que levou dos alemães, brasileiros jogam para encerrar Copa com dignidade. Na coquetelaria, jogo entre dois clássicos: caipirinha x John Collins. Aprenda a fazê-los

Caipirinha de limão
Thinkstock/Getty Images
Caipirinha de limão

Brasil x Holanda é sinônimo de lembranças na mente do brasileiro. Da bomba de falta de Branco em 1994 aos pênaltis defendidos por Taffarel na Copa seguinte, sem deixar de citar a eliminação em 2010, marcada pela falha de Julio Cesar e a expulsão de Felipe Melo.

O retrospecto em Copas é favorável aos holandeses, e agora, na primeira disputa de terceiro lugar entre as duas seleções, o momento é melhor para os comandados de Louis van Gaal, afinal, não foram eles que tomaram de 7 a 1 na semifinal.

No duelo de drinques, no entanto, o favoritismo é todo brasileiro. O representante aqui não é Fred ou Jô, mas a tradicional caipirinha: cachaça, limão, gelo e açúcar. O rival do dia é o John Collins, coquetel que também leva suco de limão e açúcar (xarope), mas troca a cachaça pelo gim e tem ainda água tônica na receita. Veja os vídeos e aprenda a fazer os dois.

Aprenda a fazer o drinque do Brasil (Caipirinha):

Aprenda a fazer o drinque da Holanda (John Collins):

Créditos dos vídeos: 
Produção: Grupo E.S. Produções 
Diretor geral: Edgard Sguassabia 
Pesquisa: Paulo Jacovos 
Câmeras: Michelle Ferreiro, Ruth Lima e Márcio Lima 
Produção: Jocelito Santos e Kate Bush 
Apresentação e locução: Thiago Schulze 
Edição: Márcio Lima

* Bebidas alcoólicas são proibidas para menores de 18 anos. Se beber, não dirija.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.