Exame de sangue, PSA, toque retal, eletrocardiograma... Conversamos com três especialistas para saber quais exames são fundamentais fazer ao longo da vida. Comemore o Dia do Homem. Como? Cuidando da própria saúde

Quando foi a última vez que você fez uma visita ao médico? Ou melhor, quando foi a última vez que foi ao médico para um exame de rotina por livre e espontânea vontade, não porque sentiu dores ou foi praticamente obrigado por algum familiar a ir?

Ao conversar com profissionais da área de saúde, todos concordam que o homem, por motivos que fazem sentido apenas na cabeça dele, evita ir ao médico, seja por medo, achar que "macho não precisa" ou vergonha.

"O homem é mais displicente com sua saúde. Vai menos ao consultório, demora mais para retornar quando pede exame, se passamos um remédio ele luta para não tomar. São poucos os que aderem rapidamente ao tratamento. Se ele tem um derrame ou um enfarte, aí faz tudo direitinho. Ele precisa de um susto, mas o médico é eficaz antes do susto. Nosso papel é o de um vendedor de seguro de vida, temos que convencer a pessoa", disse Carlos Alberto Machado , da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), no ano passado.

Para ajudar a conscientizar o homem sobre a sua própria saúde, ações como o criativo " Movember " e o Dia do Homem, este mais sóbrio, foram criadas. Entre hoje e amanhã, a Sociedade Brasileira de Urologia promove exames gratuitos para os homens na estação de metrô da Sé, em São Paulo. Já o  iG Deles conversou com três especialistas para saber quais exames eles devem fazer ao longo da vida. Confira no infográfico abaixo.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.