Salto com avô, filho e neto é tema do documentário "DNA para Voar", a ser exibido no canal Off neste domingo de Dia dos Pais. "Meu filho fez o primeiro salto aos cinco anos de idade", afirma Rodrigo, o Costa do meio

Família Costa: Rodrigo, João e Igor (da esquerda para a direita)
Divulgação
Família Costa: Rodrigo, João e Igor (da esquerda para a direita)

Certas coisas se aprendem em casa. Na família Costa, um dos maiores ensinamentos passados por João Fernando Costa, de 68 anos, para o filho Rodrigo, 38, e de Rodrigo para Igor, 19, é a paixão pelo paraquedismo.

Rodrigo, conhecido como "Costinha", conta que não se lembra do seu primeiro salto, o que é perfeitamente compreensível, visto que sequer era nascido. "Fiz dois saltos quando estava na barriga da minha mãe", diz.

O paraquedista foi introduzido no esporte pelo pai, engenheiro agrônomo e piloto: "Fiz o curso com meus pais em 92. Na nossa família, paraquedismo se aprende em casa, minha mãe foi aluna do meu pai".

Não demorou para a família Costa deixar Votuporanga, no interior de São Paulo, onde morava por conta do trabalho de João, se mudar para Boituva, a uma hora de distância – de carro – da capital paulista e um dos maiores centros de paraquedismo do Brasil.

Foi em Boituva que avô, filho e neto, trio com quase 14 mil saltos atualmente, segundo as contas de Rodrigo, saltaram juntos pela primeira vez, feito inédito na América Latina. Apesar de se tratar da profissão dos dois mais jovens e o hobby do mais velho, a geração "do meio" afirma que o salto triplo como o de 2012 é raro. "Normalmente é difícil. Cada um está para um lado, meu filho trabalha em uma escola, eu em outra, meu pai voltou a atuar como agrônomo. De vez em quando dá sorte de nos encontrarmos."

Os saltos triplos – eles pularam recentemente de um balão – da família Costa viraram o documentário "DNA Para Voar", exibido em festivais de curtas e que será televisionado pela primeira vez neste domingo de Dia dos Pais. Se depender de João, assim que vier um bisneto e ele tiver idade, um salto quádruplo é iminente.

SERVIÇO:

"DNA PARA VOAR"
Onde: 
canal OFF
Quando: domingo, 10 de agosto
Horário: às 19h 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.