Tomasz Gudzowaty está acostumado a clicar esportes menos conhecidos como "golfe urbano" e luta livre mexicana, mas um dos seus melhores trabalhos é em cima da "ginástica do poste"

A ideia de que o pole dance é uma referência, literalmente, apenas dentro de casas noturnas voltadas para o público adulto masculino não é muito atual. Considerado um esporte, inclusive com associação internacional - a IPDFA -, competições e cuja entrada nos Jogos Olímpicos é defendida, a "ginástica do poste" virou um sinônimo de atividade física.

Nas mãos, ou melhor, nas lentes do polonês Tomasz Gudzowaty, esse lado do pole dance enquanto esporte fica ainda mais claro.

Especialista em fotos em preto e branco e em esportes não tão famosos por aqui como o "golfe urbano" na Índia e a luta livre no México, o fotógrafo fez três ensaios com a ajuda de dançarinas profissionais de uma escola da modalidade na Austrália.

No ensaio mais tocante, Tomasz fotografou as dançarinas e suas famílias. "As ligações do pole dance com suas raízes sensuais ainda são evidentes e podem criar tensão e negatividade. Especialmente nas famílias, a decisão da pessoa de entrar nesta carreira como dançarina é vista com preconceito pela natureza da profissão", diz a descrição do trabalho.

Para ver todas as fotos ou outros trabalhos de Gudzowaty, basta acessar seu site oficial .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.