Com um número cada vez maior de produtores locais, cervejeiros frequentemente se veem em uma disputa na Justiça por direitos autorais sobre o nome ou imagem de um rótulo

Wind River, cervejaria de Pinedale, cidade com 2 mil habitantes no interior do Wyoming
Brunno Kono/iG São Paulo
Wind River, cervejaria de Pinedale, cidade com 2 mil habitantes no interior do Wyoming

Segundo dados da Brewers Association , os EUA tinham, até junho do ano passado, 3.040 cervejarias, de forma que a maioria dos norte-americanos vive a menos de 16 quilômetros de uma marca local. Mas, o que seria motivo de festa para muitos tem dado algumas dores de cabeça para outros, principalmente nos produtores.

"Há um número limitado de palavras e nomes que fazem sentido com cerveja, então não é uma surpresa que muitas pessoas tenham a mesma ideia", diz Candace Moon, apelidada de "advogada da cerveja artesanal", ao site NPR

Com um número cada vez maior de cervejarias e cervejas - a Wind River, na pequena cidade de Pinedale, com pouco mais de dois mil habitantes, tem mais de dez rótulos próprios -, produtores estão com dificuldades para batizar suas criações sem ter que entrar em uma batalha judicial por direitos autorais.

Candace conta que nunca viu uma cervejaria infringir propositalmente os direitos de outra, embora as disputas legais pelo nome ou imagem de um rótulo sejam recorrentes e muitas vezes resolvidas de maneira amigável.

Um dos casos que terminou de forma amistosa, lembra Moon, foi uma disputa entre uma cervejaria do Colorado e outra da Califórnia. Ambas tinham um rótulo chamado Salvation. Os proprietários se encontraram em um festival de cervejas e resolveram o caso ao unir as duas Salvation e criar um novo rótulo: Collaboration Not Litigation (colaboração e não litígio).

Claro que nem todos os casos são resolvidos facilmente. A Port Brewing, de San Diego, registrou os direitos para usar cruzes celtas nas alavancas das chopeiras - as "tap handles" - de seu bar. Ao descobrir que outro bar, em San Francisco, usava alavancas parecidas, o estabelecimento processou o concorrente. "Eu já usava cruzes celtas há 16 anos quando eles vieram atrás de mim", afirma Brendam Moylan, que diz ter perdido tempo e dinheiro, mas não as cruzes, com o processo.

Galeria de fotos:  O que são cervejarias ciganas? Conheça rótulos que usam método

* Bebidas alcoólicas são proibidas para menores de 18 anos. Se beber, não dirija.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.