Com teor alcoólico de 14%, Tripel chega aos mercados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste mês que vem. Preço pode assustar: de R$ 145 a R$ 160

Baden Baden Tripel vem em garrafa de cerâmica com rótulo banhado a ouro
Brunno Kono/iG São Paulo
Baden Baden Tripel vem em garrafa de cerâmica com rótulo banhado a ouro

A Baden Baden, cervejaria de Campos do Jordão (SP), lançou ontem à noite, na capital paulista, a reedição da Tripel, rótulo com produção extremamente limitada e que retorna ao mercado após duas edições anteriores.

Cervejas são numeradas
Brunno Kono/iG São Paulo
Cervejas são numeradas

Serão comercializadas apenas 2.580 garrafas, cada uma com - não se assuste - um preço sugerido de R$ 145, mas este valor, dependendo do ponto de venda, pode subir e chegar a R$ 160.

Leia mais: Amigos se juntam e criam cervejaria: "Sem estudo, fecha em um ou dois anos"

No Empório do Alto de Pinheiros, em São Paulo, ela já se encontra disponível, mas deve passar a ser vendida nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste a partir da primeira quinzena de fevereiro.

Vendida em garrafas de cerâmica de 600 ml com rótulo banhado a ouro, a "nova velha" cerveja passou oito meses maturando nos tonéis da marca em Campos do Jordão e não é leve, com um teor alcoólico de 14%.

De acordo com  Leonardo Gayer , gerente de marketing de cervejas especiais da Brasil Kirin, quem comprar uma das pouco mais de 2.500 garrafas não precisa consumi-la na hora. Pode deixá-la envelhencendo por "dois, três e até cinco anos". O rótulo é indicado para acompanhar queizos azuis, aves muito temperadas e sobremesas com frutas flambadas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.