Sean Scheidt mostra transformação de profissionais e afirma que optou pelo antes e depois para que as pessoas soubessem que existe alguém por trás dos personagens no palco

Dançarinas de burlesco após a transformação
Sean Scheidt
Dançarinas de burlesco após a transformação

Uma vez em cima dos palcos, dançarinas de burlesco são personagens, são o alter ego de mulheres cobertas por maquiagem, perucas e acessórios. Essa é a premissa de "Burlesque", ensaio do fotógrafo norte-americano Sean Scheidt que retrata a transformação com o antes e o depois das dançarinas.

"Capturando esses momentos, eu acredito que ajuda a humanizar essas dançarinas. Se você olhar apenas o 'depois', você pode ter alguns preconceitos sobre a pessoa por trás da maquiagem", conta Scheidt ao Baltimore Post-Examiner .

O fotógrafo afirma ainda que sua inspiração veio da leitura da autobiografia do comediante norte-americano Harpo Marx e Judy Garland, muito citada no livro. "Fiquei impressionado em ver como, mesmo em seu declínio, Garland se levantava assim que pisava no palco. Acho que foi aí que percebi que o palco tem o poder de transformar alguém em outra pessoa." Veja as fotos na galeria:

Para saber mais do trabalho de Sean Scheidt, basta entrar em seu site oficial .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.