Dados da GlobalWebIndex revelam que, dos 91 milhões de pessoas em 32 países que utilizam aplicativos, 62% dos usuários são do sexo masculino

Homens são maioria em aplicativos de paquera
Thinkstock/Getty Images
Homens são maioria em aplicativos de paquera

Mais de 91 milhões de pessoas em 32 países usam aplicativos de paquera como Tinder e Momo (popular na China), segundo um estudo da GlobalWebIndex, especializada em pesquisas sobre consumo digital, e das 91 milhões, 62% dos usuários são homens.

Leia também: O que podemos aprender com Christian Grey, o protagonista de "50 Tons de Cinza"?

Os dados do levantamento, divulgados no jornal inglês Guardian , revelaram ainda que pessoas com idade entre 16 e 34 anos são 70% dos 91 milhões citados acima, e que em países como Brasil, México, Índia, Turquia, Tailândia, Vietnã, Emirados Árabes e Filipinas, mais de 10% dos usuários de internet usam aplicativos de paquera de geolocalização.

COM MAIS HOMENS, MULHERES SÃO MAIS SELETIVAS

Uma maior quantidade de homens presentes nos aplicativos voltados para solteiros pode ajudar a explicar alguns números divulgados pelo Tinder em reportagem de novembro do ano passado ao New York Times .

Em geral, os homens dão "like" em 46% das mulheres que encontram no aplicativo; já a ala feminina é mais contida, 14%. Elas também gastam mais tempo, permanecendo no aplicativo por 8,5 minutos a cada sessão, contra 7,2 minutos dos homens. Cada usuário acessa o app, em média, 11 vezes ao dia.

    Leia tudo sobre: aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.