Aumento de intervenções estéticas visando a melhora da aparência masculina impressiona até mesmo os especialistas

Cada vez mais os homens procuram cirurgias plásticas no Brasil
Getty Images
Cada vez mais os homens procuram cirurgias plásticas no Brasil

Quando se fala em cirurgias plásticas, quase sempre relacionamos o assunto ao universo feminino. Porém, nos últimos anos, a quantidade de homens que busca intervenções estéticas visando a melhora da aparência aumentou surpreendentemente, impressionando até mesmo os especialistas.

Lipoaspiração

De acordo com o cirurgião plástico Francisco Alionis Neto, entre 1997 e 2013, o número de lipoaspirações masculinas aumentou em incríveis 106%. "Mesmo sendo conhecida como a plástica mais realizada pelas mulheres brasileiras, a lipoaspiração tornou-se também a líder entre os homens adultos no Brasil", diz.

"Segundo dados de 2013, quase 185 mil operações estéticas foram feitas no País em homens, correspondendo a 12% do total. Destas, mais de 27 foram lipoaspirações, associadas ou não a outras cirurgias", completa o médico.

E quando não são lipoaspirações, quais são as outras intervenções? "O que a gente tem visto é que cada vez mais o homem está perdendo o pudor inicial de chegar ao cirurgião plástico. O que vemos mais também são homens que querem fazer mudança no nariz ou pálpebra, mudar aparência por conta do mercado de trabalho, mudar o semblante, ter um ar mais juvenil", explica o especialista ao iG .

"Aumentar" o pênis

A preocupação com o lado profissional é bastante importante, mas não se pode deixar de lado a vida pessoal, ficar mais bonito e atraente para a mulher. "Os homens que são mais pesados, fazem lipoaspiração na região do púbis, tirando a gordura ao redor do pênis. E isso faz com que o órgão sexual aparente ser maior", revela o médico.

Mexer no nariz e nas pálpebras é uma prática que se tornou comum entre os homens
Getty Images
Mexer no nariz e nas pálpebras é uma prática que se tornou comum entre os homens

Com relação à faixa etária, a média é entre 30 e 50 anos de idade. "Tem paciente jovem, que faz academia e não consegue perder gordura. Aí, procura a cirurgia. Tem bastante gente a partir de 30 anos, mas, em relação ao mercado de trabalho, essa média sobe para os homens acima dos 40 anos", conta Francisco.

Quanto custa?

Cirurgias plásticas estéticas são delicadas. Por conta disso, a recomendação é que sejam feitas em hospitais e não em clínicas, que não têm a estrutura necessária para o caso de alguma complicação durante a intervenção ou até mesmo no pós-operatório.

Uma lipoaspiração completa, por exemplo, contando valores pagos para o hospital e equipe médica, varia entre R$ 8 mil e R$ 25 mil. Dependendo, claro, do local escolhido. "O que não vale é economizar. Se puder tomar todas as precauções possíveis, é melhor", finaliza o cirurgião plástico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.