Acostumado a dirigir paródias pornográficas de filmes e séries de TV como "O Poderoso Chefão" e "Friends", Lee Roy Myers diz que uniu duas paixões antigas no ramo: "Comédia e filmes de baixo orçamento"

Versões de Cersei Lannister (Tanya Tate) e Margaery Tyrell (Aaliyah Love) de
Divulgação
Versões de Cersei Lannister (Tanya Tate) e Margaery Tyrell (Aaliyah Love) de "Game of Bones"

“Winter is cumming.” Para os ouvidos de quem acompanhou as três temporadas de “Game of Thrones”, série de TV baseada nos livros de George R.R. Martin, é o lema da casa Stark, de Ned, Catelyn e Robb, mas não se deixe enganar pela sonoridade praticamente idêntica. “Cumming” tem um significado bem diferente de “coming” (chegando), de “O inverno está chegando”. Significa “gozar”.

Tendo isso em mente, “o inverno está gozando” não parece um bom lema para provavelmente nada, mas cai como uma luva nos planos da Wood Rocket, produtora de filmes pornográficos e responsável por “Game of Bones: Winter is Cumming”, paródia pornô da disputa entre as famílias reais de Westeros. De acordo com o diretor Lee Roy Myers, a adaptação erótica do seriado é baseada na terceira temporada, e passagens marcantes como o Casamento Vermelho (não procure se você ainda não assistiu e não quer saber antecipadamente), do penúltimo episódio, estão presentes em sua versão, não exatamente como os fãs imaginam.

“Meu co-roteirista e eu decidimos que queríamos parodiar o Casamento Vermelho. É claro que sangue não é a coisa mais sexy que você pode ter em um filme pornô, então ter muito sangue como no Casamento Vermelho não faria muito sentido para nós. Optamos por transformar em sêmen e chamar de Casamento Branco. Foi muito divertido filmar e acredito que as pessoas vão gostar de verdade da forma como fizemos. É muito engraçado, mas não vou estragar a surpresa para os seus leitores. Eles devem assistir quando o filme for lançado”, diz Myers ao iG.

Apesar da empolgação ao descrever o tal Casamento Branco, Lee Roy tem uma outra cena em mente ao ser questionado sobre qual seria sua favorita. “Nós temos um White Walker (conhecidos como Os Outros na série de TV) atacando Jon Snow (interpretado pelo famoso James Deen) e Ygritte (Claire Robbins). Mas, na verdade ela é uma Tight Walker, muito parecida com um White Walker, só que ao invés de só matar humanos, eles preferem transar com eles antes. É surreal, sexy e engraçado, tudo ao mesmo tempo.”

Outro detalhe singular na paródia de Lee Roy é que Joffrey Baratheon, herdeiro de Robert I e Cersei Lannister, é interpretado por uma garota. O diretor explica: “O rei Joffrey não é uma menina, não é rainha Joffrey. Eu sempre vi o personagem da versão da HBO como alguém muito feminino, então eu o tornei mais feminino”.

Paródia pornô de
Reprodução/YouTube/WoodRocketTV
Paródia pornô de "Bob Esponja Calça Quadrada" é uma das favoritas de Lee Roy Myers

PARÓDIAS FAVORITAS

“Game of Bones” ainda nem foi disponibilizado no site da Wood Rockets, mas Lee Roy já classifica a paródia de Lannisters x Starks como sua favorita. “Estou impressionado em como o filme tem se saído, este está no topo da minha lista”, diz Myers. Já a vice-liderança do ranking de preferência do diretor pertence a uma produção inimaginável. “A paródia pornô de ‘Bob Esponja Calça Quadrada’ foi muito estranha e divertida de fazer, então talvez seja o segundo.”

“TENTO SER O MAIS FIEL POSSÍVEL”

“Game of Thrones” e “Bob Esponja” não foram as únicas vítimas do humor erótico do diretor canadense. Clássicos como “O Poderoso Chefão”, “O Grande Lebowski”, “The Office”, “Seinfeld” e “Friends” já tiveram versões no mundo do XXX, denominação usada para classificar filmes que tenham sexo explícito ou domínios de Internet com conteúdo pornográfico. “Sempre tento ser o mais fiel possível ao [filme ou série] original, mas por mais que eu homenageie o original, também gosto de tirar um pouco de sarro, afinal de contas, é uma paródia”, diz.

Cantora Katy Perry também ganhou uma paródia
Reprodução/YouTube/WoodRocketTV
Cantora Katy Perry também ganhou uma paródia

Perguntado se os criadores dos trabalhos que o inspiram se irritam com suas paródias, ele responde que não, ou que pelo menos não recebeu queixas até o momento. “Algumas vezes eu ouço alguma coisas de atores ou produtores dos originais, algumas vezes os vejo falando sobre isso na TV. Mas por enquanto ninguém nunca reclamou, então acho que eles reconhecem o esforço criativo.”

E se você acha que pornografia é simplesmente sexo explícito, Myers defende que, no caso das paródias, não é bem assim. “Preciso me concentrar em um roteiro que captura a essência do seriado ou filme e seus personagens, além do figurino, cenários, luz, ângulos de filmagem. Também preciso encontrar atores que consigam atuar e transar, mas que também pareçam com os personagens que estão parodiando”, explica.

PAIXÃO POR COMÉDIA E FILMES DE BAIXO ORÇAMENTO

Trabalhar na indústria pornográfica foi como unir o útil ao agradável para Lee Roy. “Cresci com uma paixão por comédia e filmes de baixo orçamento. O pornô me deu a oportunidade de combinar essas duas paixões”, revela.

Ele, no entanto, não começou direto no segmento. “Enquanto eu trabalhava como executivo em uma emissora de televisão, encontrei com o dono da New Sensations (produtora de filmes pornográficos). Conversamos, e quando ele soube que eu estudei, tinha experiência em produção e roteiro, perguntou se eu estaria interessado em escrever um. Eu tinha um tempo livre depois do trabalho, então aceitei.” Myers escreveu o roteiro de “The Office – A XXX Parody”, e na ausência de um diretor, aceitou a tarefa. “Isso levou ao próximo, que levou ao próximo, que levou ao próximo. O resto é história”, conta.

A escolha das obras parodiadas varia, indo de “Os Simpsons” até “Sex and the City”, mas Lee se diz fã da maioria: “Sou um aficionado por televisão e filmes. Escolho baseado no que gosto e no que quero ver. Por sorte, meu gosto é bem parecido com o de um grupo grande de pessoas que assistem pornografia”. O próximo trabalho do canadense será o próximo episódio de “Game of Bones”, ainda sem previsão para ser filmado.

Assista ao trailer de "Game of Thrones: Winter is Cumming":


    Leia tudo sobre: game of thrones
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.