Como funciona um motel, 15 posições para enlouquecer a mulher na cama, relato de quem frequenta orgias de luxo, fotos da Erótika Fair 2014, o drama dos viciados em sexo e mais

Fachada do motel visitado pelo iG
Brunno Kono/iG São Paulo

UMA NOITE NO MOTEL

Você sabia que um motel funciona praticamente em todos os dias do ano? E que, em um dia cheio, até 300 toalhas são usadas pelos clientes? A reportagem do iG passou a noite em um na capital paulista para mostrar como ele funciona. Veja ainda as dez melhores histórias que Luciana, recepcionista do local, tem para contar.

Leia a matéria completa

15 posições para enlouquecer a mulher
Renato Munhoz/Arte iG

15 POSIÇÕES SEXUAIS

Como comemorar o Dia do Sexo? Compadre Washington diria "sabe de nada, inocente". Para os que não são inocentes, Carla Cecarello, psicóloga, sexóloga e coordenadora do projeto AmbSex, escolheu 15 posições sexuais que vão enlouquecer sua mulher na cama. Clique na foto ao lado e veja quais são.

Leia a matéria completa

Marcos Nogueira na festa da Madame O
Arquivo pessoal

SOCIEDADE SECRETA DO SEXO

Durante cinco anos, Marcos Nogueira frequentou orgias exclusivas e luxuosas em quatro países, sem mencionar as casas de swing. A pesquisa de campo serviu para o jornalista escrever o livro "A Sociedade Secreta do Sexo", no qual ele relata tudo que viu e ouviu. Ao iG , ele afirma que as orgias são organizadas.

Leia a matéria completa

Michael Fassbender no filme
Divulgação

O DRAMA DOS VICIADOS EM SEXO

Em janeiro, a estreia da primeira parte de "Ninfomaníaca" voltou a levantar a discussão sobre viciados em sexo. Para muitos, ser "viciado em sexo" significa apenas gostar muito do ato em si, mas não é assim. Como qualquer outro vício, ele destrói a vida da pessoa. Veja os sintomas, o relato de quem passou por isso e qual é o tratamento.

Leia a matéria completa

Uso recreativo do Viagra: funciona?
Thinkstock/Getty Images

USO RECREATIVO DO VIAGRA

Medicamento para disfunção erétil é contraindicado em poucos e específicos casos. Para quem faz uso recreativo, não há melhora no desempenho sexual. "É como receitar óculos para quem enxerga bem", afirma especialista ouvido pelo iG . E você? Já usou sem precisar? Advogado conta que usou para "fazer graça".

Leia a matéria completa

Sasha Grey posou para as lentes do iG
André Giorgi

SASHA GREY NO BRASIL

Não acredite em quem afirma que não conhece Sasha Grey. Quando veio ao Brasil, em agosto de 2013, a ex-atriz pornô atraiu uma multidão para uma noite de autógrafos. Em entrevista ao iG , ela falou da vida no ramo adulto, por que entrou, por que saiu, da vida como empresária e escritora, e de... Futebol americano.

Leia a matéria completa

Elas não têm orgasmo; eles têm culpa?
Thinkstock/Getty Images

MULHERES SEM ORGASMO

Os homens são os culpados quando as mulheres não atingem o orgasmo? Segundo especialistas, nem sempre, mas cabe ao parceiro dialogar com a parceira e não ser apressado. "Ele precisa de mais investimento no sexo oral, avalia Carolina Ambrogini, ginecologista. Eles também dão dicas de como identificar o orgasmo fingido.

Leia a matéria completa

Veja o melhor da Erótika Fair 2014
Priscilla Vilariño

FEIRA DE SEXO SEM RÓTULOS

Durante quatro dias, em março deste ano, São Paulo foi a capital nacional do sexo. A cidade recebeu a 21ª edição da Erótica Fair, principal feira erótica do mercado latino-americano. Lá, entrevistamos a estrela do evento, a atriz pornô tcheca Little Caprice , e a equipe responsável pelo X-Art , mas o que de melhor rolou você vê na foto ao lado.

Leia a matéria completa

Gwyneth é uma ex-garota de programa
Divulgação

10 MIL HOMENS EM 12 ANOS

Gwyneth Montenegro trabalhou 12 anos como garota de programa. Neste período, a australiana afirma ter dormido com mais de 10 mil homens, dado que serviu de título para o seu livro. Apesar dos números, ela diz ao iG que a carreira escolhida por ser uma "experiência solitária" e que dificilmente faria as mesmas escolhas se voltasse atrás.

Leia a matéria completa

Peter Lynagh
Divulgação

NENHUMA MULHER EM UM ANO

O que leva um homem, principalmente um que se define como "mulherengo", a decidir não fazer sexo durante um ano? A princípio, uma aposta entre amigos. A decisão de Peter Lynagh começou assim, como uma brincadeira, mas não demorou para se tornar algo mais sério e capaz de arrecadar mais de R$ 100 mil nas redes sociais.

Leia a matéria completa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.