Nos corredores da Erótika Fair, elas deram opiniões sinceras sobre a pesquisa que apontou o tamanho médio do pênis e contaram experiências com homens bem e mal dotados

Uma pesquisa sobre tamanhos de pênis foi assunto em todo o mundo - um estudo da universidade King's College, no Reino Unido, analisou medições de 15.521 homens de idades e raças diferentes, concluindo que o tamanho médio de um pênis ereto é de 13,12 cm. Mas será que essa medida é suficiente para o prazer? O Deles  circulou pelos corredores da 22ª edição da Erótika Fair, que rolou em março de 2015, para conversar com mulheres e perguntar a opinião delas sobre o levantamento. 

Como era de se esperar, não houve unanimidade entre as frequentadoras da maior feira do mercado erótico da América Latina. Enquanto algumas repetiram o chavão 'tamanho não é documento', outras deixaram claro que a média de 13 cm é insuficiente 

Ao lado da amiga Scheila, Letícia (esq.) opina: “Eu prefiro um maior do que 13 cm, grosso e que funcione, mas se ele tiver uma boa língua, pode ter um pequeno que não tem problema
Edu Cesar / iG
Ao lado da amiga Scheila, Letícia (esq.) opina: “Eu prefiro um maior do que 13 cm, grosso e que funcione, mas se ele tiver uma boa língua, pode ter um pequeno que não tem problema"

“Eu prefiro um maior do que 13 cm, grosso e que funcione, mas se ele tiver uma boa língua, pode ter um pequeno que não tem problema. Agora, se ele é ruim, prefiro me masturbar e me resolver sozinha”, dispara Letícia Souza*, sem a menor cerimônia.  

Já Scheila, sua amiga, não concorda: “Eles estão vendo tanto filme pornô que acham que todo homem tem pênis grande, e não é bem assim. Isso é besteira da cabeça deles”. Ela lembra, inclusive, que uma das melhores experiências sexuais que já teve foi com um parceiro que não era lá tão dotado.  

“A vontade era tão grande que aquilo não fez diferença. Teve aquele jogo de sedução, aquela coisa gostosa, e quando a gente transou rolou uma química ótima. Mas assim, muito menos de 13 cm também já é sacanagem”, brinca, esbanjando sinceridade. 

Veja as mulheres mais gatas que passaram pela Erótika Fair:



O tamanho do pênis é uma preocupação que ronda a cabeça de muito marmanjo - incluindo aí os que dizem nunca terem pegado numa régua para medir o citado. A neura se manifesta não só na cama, mas também na hora de trocar de roupa no vestiário da academia. 

Se a preocupação for muito forte, o homem pode desenvolver o que os médicos chamam de Síndrome do Pênis Pequeno. Isso pode afetar vários âmbitos de vida, não só o sexual.

Cristina: “Já aconteceu de eu ficar com alguém que tinha o pênis grande e não me satisfazer
Edu Cesar / iG
Cristina: “Já aconteceu de eu ficar com alguém que tinha o pênis grande e não me satisfazer"

Tranquilizar estes homens é exatamente um dos objetivos da pesquisa do médico inglês David Veale, que foi o primeiro a realizar uma análise sistemática e formal de medidas de pênis, e também o primeiro a criar um diagrama gráfico que retrata o tamanho de um pênis flácido ou ereto.

Para modelo Cristina, os homens não devem se preocupar com as medidas. “Já aconteceu de eu ficar com alguém que tinha o pênis grande e não me satisfazer em nada. E já aconteceu de ficar com alguém com um pênis pequeno e chegar ao orgasmo logo de cara”, relata. Para ela, o que importa é “saber fazer gostoso”.

A empresária Mona, de 38 anos, tem opinião semelhante. Para ela, é tudo uma questão de compensação. Isso implica, por exemplo, que o cara de pênis pequeno desenvolva outros talentos, como dar a mulher um sexo oral de primeira e preliminares melhores ainda. 

“E o cara bem dotado também tem que se preocupar com isso. Ele tem que ser um gentleman, um lorde, chamar de 'minha deusa' e só ter olhos para ela. Não adianta só ter um pênis grande, não”, avisa Mona.  

As amigas e sócias Jaqueline e Lara confessam que toda mulher tem expectativa sobre o tamanho do pênis do cara com quem vai para cama, mesmo sabendo que isso pode não fazer diferença no momento da transa.

“Se o cara tem um pênis grande, você imagina 'Nossa, vai ser bom'. Ele ganha alguns pontos por isso. Mas, já peguei um cara que tinha o pênis pequeno e era sensacional, ele fazia um sexo oral maravilhoso, transava bem, era tudo de bom”, se entusiasma Jaqueline, que já conheceu um homem que tinha cerca de 8 cm de pênis. Para ser considerado pequeno pelos urologistas, o membro precisa medir até 7 cm ereto. 

Lara lembra que muito mais importante do que o comprimento é o diâmetro. “Fino eu não sinto. Parece que você está brincando com um lápis", ironiza.  

A pesquisa de Veale também analisou a circunferência média do pênis e concluiu que flácido o tamanho é de 9,31 cm, enquanto ereto é de 11,66 cm de circunferência.

Mona, de 38 anos:
Edu Cesar / iG
Mona, de 38 anos: "Não adianta só ter um pênis grande, não"

De acordo com Luciana Keller, psicóloga especializada em sexualidade e dona da boutique erótica Constantine, toda essa preocupação dos homens em torno do tamanho do pênis é uma grande besteira.  Ela lembra que a cavidade vaginal da mulher tem em média 8 cm de comprimento, e quando ela atinge um determinado nível de excitação o útero se contrai, permitindo que um pênis maior do que isso penetre o canal vaginal.

“Não é o comprimento que realmente importa, é muito mais o diâmetro, porque a maior quantidade de terminações nervosas fica na entrada do canal vaginal. É lá que ela sente mais prazer. Então, os homens que não chegaram à média não precisam se preocupar”, justifica.

Para quem ficou inseguro com essas opiniões sinceras, vale lembrar que tamanho do pênis é muito mais uma neura masculina do que das mulheres. Quem diz isso é a prestigiada Universidade da California

Um estudo realizado na universidade, com 52 mil participantes, chegou à conclusão de que 85% das mulheres entrevistadas estão satisfeitas com o tamanho do pênis de seus parceiros, enquanto somente 55% dos homens estavam satisfeitos com o próprio membro. 

*O sobrenome foi alterado a pedido da entrevistada. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.