Tamanho do texto

Bailarina do Domingão do Faustão diz que o mercado da moda deve entender que o negro é lindo

A bailarina do Domingão do Faustão  Ivi Pizzott  voltou a mostrar o corpaço em mais um ensaio sensual, só que dessa vez para uma coleção de lingerie da marca Nayane Rodrigues. A gata, capa da Playboy de maio, aproveitou o ensaio para falar sobre racismo. Ela acredita que o mundo da moda deve entender que o negro é lindo.

“Já passei por muito preconceito. Mas espero que o mercado entenda que o negro é lindo e que possamos protagonizar campanhas e trabalhos”, disse a rainha de bateria da Camisa Verde e Branco.

E continua: “A Playboy está aí para isso. Para todo mundo ver que o negro ‘vende’ e que temos o nosso espaço. Afinal, somos a maioria da população nesse País e queremos ser representados”.

E a julgar pelas fotos, os negros estão muito bem representados, viu? Veja a galeria:

VEJA TAMBÉM
Com sutiã à mostra, Mendigata faz ensaio sexy em cenário decadente; veja
Mulheres seguram Coca-Cola com os seios em novo desafio das redes sociais
Musa da Beija-Flor: "Mulher fica mal se passa em uma obra sem ser cantada"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.