Tamanho do texto

Derek Hood e Jeff Lotman encontraram o Jaguar XK120 esquecido em uma garagem. Depois de 18 meses, 5.500 horas de trabalho e cerca de R$ 2,1 milhões gastos, os dois restauraram o automóvel

Jaguar XK120 que foi restaurado por mais de R$ 2 milhões
Reprodução/Forbes
Jaguar XK120 que foi restaurado por mais de R$ 2 milhões

Foram necessários 18 meses, 5.500 horas de oficina e 600 mil libras esterlinas (cerca de R$ 2,1 milhões), mas Derek Hood e Jeff Lotman conseguiram o que queriam: restaurar um Jaguar XK120, de 1953, que chegava a 276 km/h nos tempos áureos.

Ao site da Forbes, Hood, que é dono de uma oficina especializada em restaurar Jaguars, diz que encontrou a relíquia de quatro rodas "escondida" em uma garagem na Europa, em 2011. "Estava em péssimas condições, muito enferrujado. Ele não recebeu muita atenção por provavelmente 20 a 25 anos", afirma.

Além do alto custo, Hood e Lotman foram atrás de peças originais para deixar o veículo o mais fiel possível. "Toda vez que você pega um carro desses e o restaura, você tem que ser preciso. Foi um desafio porque diversas partes foram feitas apenas para este carro, não é como se existisse partes reservas, então você realmente tem que conversar com as pessoas sobre o carro", diz Lotman.

Uma das pessoas que mais ajudou no processo foi Norman Dewis, piloto de testes da Jaguar que ajudou a desenvolver 25 modelos. Foi Dewis quem dirigiu o XK120 há seis décadas, quando o carro atingiu 276 km/h, na Bélgica.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.