Tamanho do texto

Jean Bugatti, primogênito de Ettore, será o homenageado desta vez, depois do piloto Jean-Pierre Wimille. Ele foi o criador do Type 57SC Atlantic, modelo com apenas dois exemplares no mundo

Menos de um mês após anunciar o primeiro modelo de sua série de "lendas", a Bugatti está pronta para tirar os panos de cima do segundo. A montadora de luxo francesa revelou hoje que a nova edição especial do Veyron Grand Sport Vitesse será em homenagem a Jean Bugatti, filho mais velho de Ettore, criador da marca.

Jean é o criador responsável pelo Bugatti Type 57SC Atlantic, carro produzido nos anos 30 que alcançava quase 200 km/h de velocidade.

Das três unidades produzidas do 57SC Atlantic, duas têm o paradeiro conhecido: uma está no Museu Mullin de Automóveis, nos EUA, e a outra é do estilista Ralph Lauren, cuja paixão por carros é conhecida e já inspirou até perfume.

O "novo" Bugatti será inspirado na criação de Jean, com exterior preto e interior em dois tons de marrom. A motorização deve ser parecida com a da edição que remete ao piloto francês Jean-Pierre Wimille, vencedor das 24 Horas de Le Mans de 1937, a bordo do Bugatti 57G Tank: mais de mil cavalos de potência e aceleração de 0 a 100 km/h em menos de três segundos. Todos as "lendas" da Bugatti terão edição limitada de três unidades. O modelo será oficialmente apresentado no Salão de Frankfurt, na Alemanha, que começa amanhã.

Bugatti 57SC Atlantic, projetado por Jean
Reprodução
Bugatti 57SC Atlantic, projetado por Jean


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.