Tamanho do texto

Encomendado em 1925 por Sahib Bahadur, marajá de Kotah, Rolls-Royce vermelho traz arma para caçar elefantes e espaço interno para abrigar rifles. Leilão ocorre hoje, nos EUA

Marajá de Kotah, no noroeste da Índia, por mais de 50 anos (1889-1940), Sahib Bahadur tinha uma queda por praticar uma atividade pouco comum nos dias de hoje: caçar tigres de bengala, atualmente ameaçados de extinção, e outros animais.

Seu gosto pela prática era tanto que, em 1925, Bahadur encomendou um Rolls-Royce personalizado para caçar. O Phantom I do marajá tinha, além de um espaço especial no interior para colocar os rifles, motor 8.0 de seis cilindros, transmissão de quatro velocidades e uma metralhadora calibre .45. O carro foi entregue em agosto e ficou com ele até sua morte, em 1940.

Mais de 70 anos após a morte do indiano, o Rolls-Royce está prestes a ter um novo dono, provavelmente não muito adepto da caça. O Phantom I vermelho, com todos os acessórios de fábrica, será leiloado hoje pela Barrett-Jackson, em Las Vegas, nos EUA.

Mas, de acordo com o site da Wired, o carro não deve alcançar o valor de US$ 1 milhão no leilão devido à mudança na cor. Originalmente, o Phantom I era cinza, uma vez que o vermelho não era ideal na hora da caça. Colecionadores costumam ser fiéis ao original.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.