Tamanho do texto

iXoost, da Itália, usa peças de carros da Fórmula e de esportivos como Bugatti EB 110 para montar docks para iPhone e iPod. Trabalho artesanal custa caro: mais de R$ 15 mil

iXoost, de Modena, na Itália, fabrica docks para iPhone e iPod com coletores de escapamentos
Reprodução
iXoost, de Modena, na Itália, fabrica docks para iPhone e iPod com coletores de escapamentos

Entre inúmeros docks para iPhone e iPod, os fabricados pela italiana iXoost podem ser os mais incríveis - e possivelmente mais caros também - que você vai conhecer. Sediada em Modena, no norte da "bota", a empresa de Matteo Panini constrói bases para os aparelhos da Apple a partir de coletores usados de escapamentos de carros.

O dock é vendido nas versões com 8, 10 e 12 cilindros por preços que variam entre 5 mil euros (equivalente a R$ 15 mil) e 6,5 mil euros (cerca de R$ 19,5 mil), sem impostos, e permite ao seu novo dono vários tipos de personalização, dando a ele a opção de escolher até a cor das porcas.

Todas as três versões vêm com alto-falantes tweeter (sons agudos), midrange (sons médios) e subwoofer (sons graves). O modelo de 12 cilindros é o mais raro atualmente, com apenas duas peças disponíveis, uma de um Maserati MC12 de 2004 e a outra de um Bugatti EB 110, aquele clássico azul que muitos meninos tinham de miniatura na infância.

Já os modelos V8 e V10 vêm de máquinas da Fórmula 1 dos anos 90 e 00 como a Ferrari de 2008 (V8), o Renault R26 (V8) de 2006, ano do bicampeonato do espanhol Fernando Alonso, e o Jaguar R1 (V10) de 2000. Um detalhe interessante é que antes da compra é possível visualizar o dock antes de ficar pronto.

Dock para iPhone e iPod de um V12
Reprodução
Dock para iPhone e iPod de um V12


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.