Tamanho do texto

Alfred Morris comprou um 626 de 91 por US$ 2 e decidiu restaurá-lo, agora que tem condições. A própria montadora japonesa ficou responsável pelo trabalho, e após 275 horas de oficina, entregou o carro ao seu dono

A Mazda dos EUA precisou de 275 horas de oficina e cerca de 475 novas peças, mas cumpriu a promessa de restaurar o Mazda 626 de 1991 de Alfred Morris. O "Bentley", apelido do carro do jogador de futebol americano, foi apresentado ontem, em Chantilly, cidade no nordeste do país, onde fica uma das oficinas da montadora japonesa.

"Ela não mudou. Digo, ela parece diferente, mas ainda é o mesmo carro. Às vezes quando algo muda, você diz "gostava mais como estava antes", mas quando sentei nela, era a mesma sensação. Ela ainda é a 'Bentley'", declarou Morris ao jornal Washington Post.

O carro recebeu pintura, motor (2.2 de 110 cavalos), faróis e vários outras peças do exterior novas, enquanto o interior foi quase todo renovado como no original, com exceção dos bancos de couro e de uma tela sensível ao toque com Bluetooth, algo inimaginável em 1991.

Segundo o site Jalopnik, Morris comprou o carro de um pastor por US$ 2, quando ainda jogava na universidade - ele atualmente defende o Washington Redskins, da capital. "É mais que um carro. Eu não cresci com muito, isso me ajuda a lembrar de onde venho", diz Morris, que dirigiu um Mazda6 na ausência de seu veículo de estimação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.