Tamanho do texto

Personal stylist dá cinco dicas evitar deslizes no ambiente corporativo. "Quem está em posição de liderança deve estar atento se a mensagem que pretende passar está refletida em sua vestimenta", diz

Foi-se o tempo em que você se vestia no piloto automático para o colégio ou faculdade - antes de estagiar - e saía de casa assim mesmo. Anos se passaram, você já está em um ponto importante da carreira e já não pode cometer os mesmos deslizes de antigamente. "Quem está em posição de liderança deve estar atento se a mensagem que pretende passar está refletida em sua vestimenta", avalia a personal stylist Thais Cordeiro. A especialista dá cinco dicas para te ajudar no dia-a-dia:

1. Combine cores e misture padrões
Para Thais Cordeiro, certos elementos visuais remetem à elegância, como peças mais tradicionais, cores neutras e coordenadas em tons próximos. A camisa e a gravata, por exemplo, devem compartilhar um padrão, mas não podem ser da mesma cor. E se a gravata tiver muitos detalhes, opte por uma camisa mais discreta. Para o terno, recomenda-se cores sóbrias. Quanto aos acessórios, um bom relógio e um cinto elegante resolvem seu problema.

Independentemente da profissão, roupas no ambiente de trabalho exigem certa formalidade, diz Thais
Getty Images

2. Sapatos bem cuidados causam boa impressão
Certifique-se de lustrar os sapatos, e, para isso, escolha uma escova resistente e com cerdas longas. É importante lembrar também que você não deve amontoar seus sapatos na hora de guardá-los, isso os deforma, e aí não há graxa que salve.

3. No jantar de negócios
Use uma roupa que passe credibilidade. Como? Thais sugere que o preto dê lugar a um casaco cinza ou um modelo mais descontraído. Se usar o colarinho aberto, tome cuidado com a escolha da camisa - rostos redondos ficam melhores com colarinhos pontudos, enquanto rostos finos combinam com golas largas. Para os sapatos, evite inventar.

4. Ambiente de trabalho mais liberal
Não abuse da informalidade. Use a oportunidade para mostrar escolhas inteligentes. Uma boa opção é combinar uma jaqueta esporte preta ou azul marinho com uma boa calça jeans e uma camisa branca. Se a empresa permite o uso de camisetas polo, tome cuidado para que não sejam muitos justas ou curtas - um bom teste é erquer os braços para ver se a camiseta não ultrapassa a linha do cinto.

5. Sexta-feira casual
O último dia útil da semana costuma ser liberado pelas empresas para um traje mais informal, mas não transforme isso em descaso. Escolha a calça jeans certa, leve em consideração a lavagem - quanto mais escuro, mais formal - e evite calças desgastadas. Nada muito folgado ou muito justo. Uma camisa irá acrescentar uma dose de respeito, e você pode deixar dois botões, no máximo, abertos. Cinto e sapatos combinados te ajudam a fechar sua escolha.

"Há vários meios diferentes de trabalho, que exigem códigos de vestimentas variados, além de líderes e gestores com as mais diversas visões e personalidades. Não dá para generalizar. Mas, de qualquer forma, uma coisa é fato: as roupas no ambiente corporativo exigem uma certa formalidade", conclui a personal stylist.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.