Tamanho do texto

Roupa, barba e cabelo de homens famosos não costumam gerar tanta curiosidade como as escolhas das celebridades femininas, mas demandam o mesmo trabalho. Diana Schmidtke, de 38 anos, está por trás de George Clooney, Joe Hamm e Seth MacFarlane. "Faço caras gatos parecerem ainda mais gatos", diz

NYT

Jon Hamm e Alec Baldwin durante a cerimônia do 65° Emmy, na noite de ontem
Chris Pizzello/Invision/AP
Jon Hamm e Alec Baldwin durante a cerimônia do 65° Emmy, na noite de ontem

Quando o nove vezes indicado ao Emmy e também notoriamente famoso pela aparência Jon Hamm pisou no carpete vermelho ontem, é provável que você tenha reparado mais no vestido, maquiagem e penteado de sua acompanhante do que em Hamm.

Mas Hamm tinha seu cabelo cuidadosamente esculpido para parecer um pouco mais solto que o penteado do empresário pelo qual é conhecido em "Mad Men". 

"Eu trabalho com Jon quando ele é Jon Hamm", diz sua groomer (profissional responsável pela aparência) Diana Schmidtke. "Eu não trabalho com Don Draper (personagem de Hamm no seriado). Então para mim é fazer com que ele não pareça muito Don Draper. Como se ele tivesse acabado de passar a mão pelo cabelo. Fazer parecer natural."

Embora alguns homens, famosos ou não, estejam começando a usar lápis no olho e polimento de unha, ainda não chegamos ao ponto em que profissionais de beleza de Hollywood são reconhecidos pelo o que fazem, não só com as mulheres.

Schmidtke, de 38 anos, é uma das poucas "groomers" para homens, um termo pouco ouvido 15 anos atrás (quando, segundo ela, fotógrafos perguntavam se tinha algo a ver com aqueles profissionais que fazem penteados de cachorros), mas que se mudou para um mundo de alta definição e metrossexualismo. Ela cuida dos topetes e barbas por fazer não só de Hamm, mas de Clint Eastwood, George Clooney, Jimmy Fallon, Viggo Mortensen e Chris Hemsworth, se certificando de que eles estão em suas melhores versões de si mesmo para capas de revistas, eventos com imprensa e premiações.

Chris Hemsworth, o Thor dos cinemas, é um dos que seguem os conselhos de Diana Schmidtke
Getty Images
Chris Hemsworth, o Thor dos cinemas, é um dos que seguem os conselhos de Diana Schmidtke

Neste verão (o verão dos EUA é em julho), Schmidtke esteve no Novo México trabalhando em seu primeiro filme, a comédia "A Million Ways to Die in the West" (sem nome no Brasil), dirigida e estrelada por Seth MacFarlane, com quem começou a trabalhar dois anos atrás e o arrumou para a cerimônia do Oscar, em fevereiro deste ano.

As avaliações de MacFarlane como apresentador do Oscar foram diversas, mas graças ao gel antibrilho Peter Thomas Roth que Schmidtke aplicou na região do T (testa e nariz) do ator, ninguém disse que ele estava brilhando. Schmidtke começa fazendo a barba, tudo muito tradicional. O próximo passao são as sobrancelhas, um terreno minado. "O jeito mais rápido de deixar o rosto de um homem feminino é tirar muito suas sobrancelhas", diz. "Você pode tirar um pouco em cima, mas quando você começa a tirar muito e cria qualquer tipo de arco, pronto, ele começa a parecer uma menina." Ela prefere usar pinça ao invés de depilar com cera, que ela afirma que tira muito, e também usa a pinça para tirar pelos do nariz e das orelhas.

Comediante norte-americano Jimmy Fallon
Getty Images/Divulgação
Comediante norte-americano Jimmy Fallon

Em seguida, ela aplica um corretivo (nada de pancake) e loção - que é melhor aceito pelos homens do que pó - se necessário.

Na verdade, Schmidtke é toda ouvidos aos tipos de preferência dos homens. Ela traduz a linguagem da beleza de forma direta. Óleo pré-barba pode soar estranho para os homens, mas "quando você diz que ajuda na hora de passar a lâmina, eles ententem o que significa", conta.

Dentro da indústria, Schmidtke é elogiada por sua conduta e habilidades. "Eu sempre confio que Diana irá fazer meus clientes parecerem e se sentirem melhores", afirma Robin Baum, agente de Hollywood que já trabalhou com Hemsworth, Johnny Depp, Orlando Bloom e James Franco. "Ela tem muita energia."

O fotógrafo Mark Seliger, que trabalhou com Schmidtke por 14 anos durante ensaios com MacFarlane, Will Ferrell e outros, elogia sua "energia e atitude positiva". Ela, no entanto, caracteriza sua relação com artistas do alto escalão de outra forma: "Às vezes eu sou meio grossa".

Diana se interessou por cabelos após trabalhar como modelo para a Nexxus, aos 16 anos, estudou na escola de beleza Pivot Point, em Chicago, e depois se mudou para o oeste dos EUA, em 1997, trabalhando em um salão chique de Beverly Hills, na Califórnia. "Eu não estava acostumada com esse tipo de clientela", diz. "Tudo era tão brilhante e novo, com pessoas e carros bonitos. Eu não."

Mas o aprendizado com Marvin Lynch, então cabelereiro de sucesso, que agendou alguns trabalhos na indústria da música para ela, a levou a trabalhar no ramo artístico. "Eu tinha todas as intenções de trabalhar com penteados femininos, mas eu não me dava bem com as atrizes", diz Schmidtke. 

Jon Hamm, Seth MacFarlane e George Clooney
Montagem (Getty Images/Divulgação)
Jon Hamm, Seth MacFarlane e George Clooney

Em 1999, depois que um "groomer" não apareceu, ela ficou responsável por David Boreanaz, da série "Angel", durante uma sessão de fotos. Em retribuição, o empresário de Boreanaz escalou Schmidtke para cuidar do ator Chris Klein nas coletivas de imprensa de "American Pie". "Foi aí que o caos começou", diz Diana. "Eu amei. Era nova e meu trabalho era fazer caras gatos parecerem ainda mais gatos."

Ela estudou técnicas de barbear e procura se atualizar com blogs de moda e beleza masculina. Embora o trabalho de Schmidtke às vezes a obrigue fazer um cliente incorporar um personagem, como fez com Clooney para uma sessão da revista Vanity Fair, ela também se diverte com o contrário, com as tendências de personagens na vida real. O corte "Boardwalk Empire", com as laterais raspadas e cerca de 4 a 5 centímetros de cabelos no topo, fez sucesso no verão, diz.

Enquanto trabalha com rostos famosos, Schmidtke está satisfeita em ver empresas trabalhando cada vez mais em produtos para o homem normal. Um dos pontos altos de sua carreira, de acordo com ela, foi em 2009, quando cuidou de maridos normais em um quadro do programa da apresentadora Oprah.

Ainda assim, Diana revela que fazer com que um homem mude sua aparência, mesmo aqueles que estão acostumados a viver dela, é uma tarefa extremamente difícil: "Com os homens, você precisa se ater ao simples".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.