Tamanho do texto

Veja quais são as teorias conspiratórias em torno do desfecho da série de animação mais assistida na década de 80

O seriado possui três sagas e foi exibido nos EUA entre os anos de 1983 e 1986
Reprodução
O seriado possui três sagas e foi exibido nos EUA entre os anos de 1983 e 1986

Caverna do Dragão foi um clássico dos desenhos animados da década de 80, daqueles que deixavam as crianças presas em frente a TV com hora marcada. No entanto, a história dos seis jovens – Hank, Eric, Presto, Diana, Sheila e Bobby – que ao embarcar em uma montanha russa acabam transportados para um mundo totalmente diferente do seu, nunca apresentou um final conveniente, fato que abriu portas para várias teorias conspiratórias e mistérios nunca desvendados.

O seriado possui três sagas e foi exibido nos EUA entre os anos de 1983 e 1986, e no Brasil esporadicamente desde os anos 80. Apesar das poucas temporadas, os públicos americanos e brasileiros adoram o desenho que teve base no jogo de RPG de mesmo nome.

Mas, a série de animação coproduzida pela Marvel Productions, TSR e Toei Animation, vai voltar à TV para salvar os órfãos ávidos para descobrirem seus mistérios. Anote na agenda, o canal por assinatura Gloob irá reprisar o desenho a partir de 24 de junho, com exibições de segunda a sexta, às 21h30min. Só para lembrar: foram 27 episódios e nenhum deles com o desfecho conclusivo.

Uma das lendas sobre o final da Caverna do Dragão diz que o roteiro de cada um dos 27 episódios, inclusive o último, era escrito por jogadores de RPG imediatamente após cada sessão de jogo. Boatos dizem que a produtora se recusou a comprá-lo porque achou muito ofensivo para as crianças. Veja algumas teorias nunca confirmadas sobre o desenho:

1 - De acordo com as especulações, o último capítulo que não foi ao ar - e que na verdade ninguém sabe se foi de fato produzido, o dragão de sete cabeças conta aos adolescentes que eles nunca mais voltarão para a Terra, pois morreram na queda do carrinho da montanha russa e local onde eles estão é na realidade o inferno e todos estão mortos.

2 - Como nenhum deles era bom na vida real, todos foram levados ao inferno e o demônio resolveu brincar com as almas deles. Cruel e sádico, o diabo às vezes aparecia de Vingador e às vezes de Mestre dos Magos. Os dois eram a mesma pessoa.

3 - O Dragão é um anjo que vai até o inferno com a missão de tentar fazer com que eles descubram a verdade e depois de tantas tentativas, acaba por revelá-la. O demônio tinha alguém que o auxiliava a esconder a verdade de que não havia como voltar, a pequena unicórnio Uni. Ela era um enviado do demônio que os acompanhava todo tempo para atrapalhá-los e brincar com seus sentimentos.

Varias teorias giravam em torno do Mestre dos Magos e do Vingador. Uma delas fala que o Vingador é filho do Mestre dos Magos e que por nunca concordar com os atos do pai, quer tomar todo o reino para ele de forma maléfica. Também existe a teoria que o Vingador é o mocinho da história querendo levá-los de volta para o mundo deles e o Mestre dos Magos o vilão, nunca deixando seus pupilos saírem daquele lugar.

Teorias a parte, foi confirmado com o produtor e criador da série Gary Gyrax que o desenho nunca teve um final planejado e que toda a especulação criada era falsa. Ele contou que em 1985, Michael Reaves escreveu aquele que poderia ser o capítulo final chamado de Requiem. Um final com duplo sentido para que fosse possível ter uma continuação no futuro.

Ainda em 1985, a equipe responsável pelo desenho havia se reunido com executivos da Marvel e da CBS e foi decidido que a série continuaria pelo nome “De Volta a Caverna do Dragão” com os seis jovens mais velhos e experientes em novas aventuras, projeto que nem sequer chegou a sair do papel.

Em 2006, os direitos do roteiro Requiem, que retrata o final real das aventuras da Caverna do Dragão, foi comprado e convertido para HQ por um cartunista brasileiro chamado Reinaldo Rocha e disponibilizado para download.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.