Tamanho do texto

Arma ainda não é tão eficaz quando a dos filmes de "Star Wars", mas é capaz de queimar e perfurar objetos como papel e madeira. Assista ao vídeo

Ewan McGregor e Liam Neeson em cena de
Divulgação
Ewan McGregor e Liam Neeson em cena de "Star Wars: Episódio I: A Ameaça Fantasma"


Desde que o diretor George Lucas apresentou ao mundo o sabre de luz em "Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança", filme de 1977, as pessoas se perguntam como seria ter a arma dos Cavaleiros Jedi. Essa espera pode estar próxima do fim.

Um rapaz de 20 anos, identificado no YouTube como "styropyro", criou um "sabre de luz caseiro" utilizando duas baterias de lítio e equipamento industrial. O laser, com potência de 3.000mW, e os efeitos ainda estão longe da realidade de Luke Skywalker, mas ele é capaz de incendiar e perfurar objetos.

Por conta do alto número de visualizações - 1,8 milhão até o momento -, o criador do "sabre de luz caseiro" esclareceu que é "100% legal" possuir um laser como o do vídeo nos Estados Unidos, e que a FDA (Food and Drug Administration) regula apenas a venda, importação e operação dos lasers. Ele diz ainda que não vende lasers com mais de 5mW.

No vídeo demonstrativo (assista abaixo), é possível ver pedaços de papel, fita isolante, papel cartão e até uma bola de tênis de mesa pegando fogo ao entrar em contato com o feixe luminoso azul - a julgar pela cor, é possível dizer que esse seria o sabre de luz de Obi-Wan Kenobi ou Anakin Skywalker.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.