Tamanho do texto

Estudo conduzido por universidade francesa revela que mulheres são mais receptivas com homens que tocam instrumentos musicais. Para eles, isso não faz diferença

Ron Wood e Keith Richards, do Rolling Stones
Getty Images
Ron Wood e Keith Richards, do Rolling Stones


Carregar um violão por aí pode aumentar em até 31% as chances de um homem conseguir marcar um encontro com uma garota, de acordo com um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade de South Brittany, na França.

O estudo foi conduzido pelo professor Nicolas Gueguen, especialista em comportamento. Gueguen contratou um jovem de 20 anos, e pediu que ele abordasse 300 mulheres entre 18 e 22 anos em um shopping local. O jovem elogiou cada garota, dizendo que ela era muito bonita, e sem seguida pedia seu telefone para que marcassem um encontro.

Com as 100 primeiras garotas, ele usava uma mochila esportiva. No segundo grupo, carregava consigo um estojo de violão, enquanto no terceiro e último grupo, abordou as mulheres sem nada em mãos.

Os resultados foram surpreendentes. Quando se passava por um músico - carregar um violão transmite essa ideia -, o jovem conseguiu o telefone de 31 garotas. Com as mãos vazias, foram 14 telefones, e com uma mochila esportiva, apenas nove.

A ideia Gueguen tem como base uma outra pesquisa, esta conduzido pela Universidade de Tel Aviv, em Israel, no ano passado. No estudo israelense, 100 mulheres solteiras receberan um pedido de solicitação de amizade de um homem desconhecido, acompanhado da seguinte mensagem: "Eu gostei da sua foto".

O fato de uma mulher tocar instrumentos musicais não faz diferença para o homem, indica estudo
Getty Images
O fato de uma mulher tocar instrumentos musicais não faz diferença para o homem, indica estudo

Para metade das garotas, foi enviado um perfil com a foto do desconhecido segurando um violão, enquanto para a outra metade, ele aparecia sem nada nas mãos. O suposto músico foi aceito ou teve sua mensagem respondida por 14 mulheres. Já seu "irmão gêmeo" sem aptidão musical foi correspondido por apenas cinco pessoas.

Os pesquisadores franceses atribuem essa diferença nos resultados ao fato de que tocar um instrumento musical é visto no homem como um sinal de inteligência, vontade de aprender novas habilidades e hobbies. Eles também acreditam que a forma como os músicos são retratados na mídia pode estar ligado a isso, e que segurar um violão é sinônimo de riqueza e status.

Gueguen e sua equipe quiseram ainda repetir o teste da Universidade de Tel Aviv, mas com homens recebendo uma solicitação de amizade de uma mesma mulher, mas com duas fotos diferentes: em uma, ela segura o violão, na outra, nada. No entanto, eles concluíram que o instrumento musical não fez diferença.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.