Tamanho do texto

Atingido acidentalmente na cabeça pelo astro durante um filme, Chan lembra que fingiu dores para ter mais atenção do seu então ídolo

Jackie Chan sofreu um golpe de bastão de Bruce Lee enquanto gravava
Reuters
Jackie Chan sofreu um golpe de bastão de Bruce Lee enquanto gravava "Operação Dragão"


Aos 59 anos, Jackie Chan é a principal referência do cinema quando este está associado às artes marciais nos últimos 20 anos. O ator chinês já distribuiu todo tipo de golpe em filmes como "A Hora do Rush", "Bater ou Correr", "O Terno de Dois Bilhões de Dólares" e "O Reino Proibido", mas é um longa de 1973, quando ele era um mero desconhecido na indústria cinematográfica, que o marcou.

No quadro "Best Story Ever", de um programa de televisão do Canadá, Chan compartilhou a "melhor história" de sua vida, e ela envolve outra lenda das artes marciais - talvez a maior de todos os tempos. Bruce Lee.

Último filme de Bruce Lee foi em 1973
Reprodução
Último filme de Bruce Lee foi em 1973

Em 1973, Jackie teve a chance de atuar como figurante em "Operação Dragão", estrelado por Lee. O personagem do ator nascido em Hong Kong sequer tinha nome ou apareceu nos créditos e não durou mais do que alguns segundos, derrotado pelo astro. No entanto, o que era para ser uma encenação aconteceu de fato: Bruce acertou a cabeça de Chan com um bastão.

"De repente, minha visão ficou escura. Caí meio tonto, mas eu estava bem. Olhei para Bruce Lee, ele não se mexe, olha para todo mundo, continua atuando e quando vira as costas, o diretor grita 'corta'", relembra Chan.

Assim que o diretor encerrou a cena, Bruce foi ao encontro de Jackie, o levantou do chão e pediu desculpas. Foi quando o novato começou a atuar novamente: "Para falar a verdade, eu não estava mais sentindo dor, eu era jovem, era forte. Mas aí, sem saber por que, comecei a fingir que estava doendo". A ideia de Chan era passar o maior tempo possível com seu ídolo.

Ao longo de todo aquele dia, Lee se desculpava com Chan, que levava a mão à cabeça, no ponto onde foi atingido com o bastão. "Jackie, né? Jackie, Jackie...", era o que Bruce dizia para o ator de 19 anos na época. Curiosamente, "Operação Dragão" foi o último filme da carreira de Lee. Ele morreu em 1973, aos 32 anos.

Jackie Chan conta a "melhor história" de sua vida. Assista:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.