Tamanho do texto

Por cerca de R$ 40, turista pode contemplar uma vista da região de Shimukappu, na ilha de Hokkaido, do alto de uma montanha

Vista do terraço permite ver o "mar de nuvens"
Divulgação
Vista do terraço permite ver o "mar de nuvens"

Com a ida do Mundial de Clubes da Fifa para o Marrocos, o Japão não é mais o destino final dos campeões de torneios como Libertadores da América e Liga dos Campeões. Em 2012, a presença do Corinthians fez com que o consulado japonês no Brasil emitisse mais de 10 mil vistos de curta duração entre outubro e novembro - em 2011, foram 16,6 mil no ano inteiro.

É provável que o país sofra uma queda de vistos emitidos para brasileiros neste ano, mas se você quer um motivo fora da esfera esportiva para visitar a terra do sol nascente, inclua no seu roteiro o Terraço Unkai, em Shimukappu, na ilha de Hokkaido - a mais ao norte do país.

Localizado no alto da montanha Tomamu, a 1.239 metros acima do nível do mar, o lugar permite que os turistas observem o mar de nuvens - "unkai" em japonês - que se forma na paisagem nas primeiras horas do dia. Para se ter uma ideia, o teleférico que leva ao terraço começa a operar às 5h da manhã e vai até as 8h30, reabrindo às 11h até as 14h. O passeio custa 1.800 ienes (R$ 40) para os adultos.

Além do mar de nuvens, também é possível avistar do alto do terraço o topo das montanhas entre Hidaka e Tokachi. O Terraço Unkai dentro do Tomamu Resort, onde o turista pode se hospedar. Para quem está cansado de ver pedidos de casamento aos pés da Torre Eiffel, em Paris, fazê-lo "acima" do Japão é uma alternativa diferente e dificilmente será recusada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.