Tamanho do texto

O que atletas como Andy Murray, Dwight Howard e Aaron Rodgers diriam para si mesmos se uma carta escrita hoje pudesse ser entregue anos atrás, quando ainda eram adolescentes?

Andy Murray
Clive Brunskill/Getty Images
Andy Murray

O que você diria a si mesmo se pudesse escrever e enviar uma carta para o passado? Quais conselhos daria para sua versão mais jovem? Diria para evitar alguma coisa ou incentivaria a repetir tudo que fez para chegar onde você chegou? Com essa proposta, a revista da ESPN norte-americana pediu que 12 esportistas fizessem exatamente isso. Veja abaixo o que nomes como Andy Murray, Dwight Howard e Robbie Rogers escreveram.

Andy Murray
Quem é: tenista, 26 anos
Carta para: Andy Murray aos 12 anos
Trecho: "Vai existir esse negócio chamado YouTube, Andy. E quando você tiver minha idade, você vai usá-lo para rever suas primeiras aparições como profissional em Wimbledon. Vai levar mais seis anos, mas quando você chegar lá, vai entrar na quadra com um sorriso tão grande que quase vai rachar sua cara. É aí que você percebe que ama muito esse esporte para permitir que algo tão infantil como raiva fique no seu caminho."

Aaron Rodgers
Quem é: quarterback do Green Bay Packers, 29 anos
Carta para: Aaron Rodgers aos 17 anos
Trecho: "Lembre-se que nesta época da sua vida, tudo é uma oportunidade, então tire o máximo delas. (...) A jornada é doce, tente aproveitar o quanto puder. E se não der certo? Os seis números da Powerball (espécie de "Mega-Sena" dos EUA) de US$ 600 milhões, de maio de 2013, são 10, 13, 14, 22, 52 e 11. Esqueça isso. Vai dar tudo certo."

Dwight Howard com a camisa dos Lakers
AP
Dwight Howard com a camisa dos Lakers

Dwight Howard
Quem é: pivô do Los Angeles Lakers, 27 anos
Carta para: Dwight Howard aos 12 anos
Trecho: "Você provavelmente quer sair e jogar, mas espere. Eu tenho mais três conselhos para você. Primeiro, você pode arremessar lances livres. Não deixe que ninguém diga o contrário. Segundo, as mulheres vão estar lá para sempre, entendeu? Mantenha o foco nas prioridades. Terceiro, quando você estiver na 8ª série, você vai usar aparelhos de dente. Você vai querer usar até entrar na NBA. Não faça isso! Por favor, por favor, POR FAVOR tire-os no colegial. E sorria."

Abby Wambach
Quem é: jogadora de futebol, 33 anos
Carta para: Abby Wambach aos 9 anos
Trecho: "Se você quiser ser a melhor, você terá que treinar duro, comer melhor e se concentrar nos exercícios - por mais que esta seja a parte que você menos gosta no esporte. Não tenha medo de fracassar. Pare de dar desculpas. Não deixe nada no tanque e todo esse esforço será recompensado no fim. Você vai marcar muitos gols na carreira, mas nenhum deles vai acontecer sem a ajuda de uma companheira de equipe.

Steven Stamkos
Quem é: atacante do Tampa Bay Lightning, 23 anos
Carta para: Steven Stamkos aos 15 anos
Trecho: "Não fique nervoso quando olheiros e empresários aparecerem para observar companheiros de equipe como Michael Del Zotto e Cody Hogson antes de perguntarem sobre você. Não ouça quando eles dizem que você é muito baixo. Há uma razão para seu pai esconder no escritório o ranking dos melhores prospectos de você. Ele está te protegendo, mesmo quando você é o número 1 do ranking."

Jogador de futebol do Los Angeles Galaxy, Robbie Rogers  é um dos poucos esportistas gays assumidos
Getty Images
Jogador de futebol do Los Angeles Galaxy, Robbie Rogers é um dos poucos esportistas gays assumidos

Robbie Rogers
Quem é: meio-campo do Los Angeles Galaxy, 26 anos
Carta para: Robbie Rogers aos 14 anos
Trecho:  "Quando os caras dizem certas coisas nos vestiários, lembre-se que a maioria deles não se sente assim de verdade. Eles não são homofóbicos. São pessoas que querem agradar os outros ou que pensam que devem dizer isso. (...) E enquanto você não pode compartilhar o seu segredo agora, o mundo está mudando. As pessoas estão aceitando. E quando for o momento certo, vai chegar o dia em que você vai estar pronto para encarar o mundo como a linda pessoa que você é."

David Ortiz
Quem é: rebatedor do Boston Red Sox, 37 anos 
Carta para: David Ortiz aos 17 anos 
Trecho: "Agora que você virou profissional e largou a escola para perseguir seu sonho no beisebol, quero ter certeza que você não se esqueça que a educação é a coisa mais importante na sua vida. Um homem preparado e inteligente encontrará mais portas abertas. Mesmo que não seja na classe de aula, você nunca vai parar de aprender. Ouça sempre seus técnicos e as pessoas ligadas ao beisebol que estão tentando te ajudar a melhorar."

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.