Tamanho do texto

Estudo feito nos EUA revela que é comum o homem ter alguns lapsos na mente, mas, dependendo do caso, o diagnóstico pode até ser um pouco mais grave

Todo homem, em algum momento da vida, teve um lapso ocasional de memória. Quem nunca foi mudar o canal da TV de um jogo de futebol para outro e esqueceu onde estava o controle remoto? Especialistas dizem que essas atividades do cérebro são comuns e inofensivas, mas alguns outros esquecimentos mentais podem ser graves.

Lapso de memória é comum nos homens, dependendo do caso
Getty Images
Lapso de memória é comum nos homens, dependendo do caso


Um estudo científico do cérebro feito pelo médico neurologista Vernon Williams, diretor do Kerlan-Jobe Center for Sports Neurology and Pain Medicine, nos Estados Unidos, e pelo Dr. Gary Small, médico especialista em memórias, mostra quando é normal a nossa memória ter um pequeno deslize.

Esquecer o telefone da namorada na hora de discar
Resultado no relatório : Normal
"Suas memórias são como grandes desfiladeiros. Quanto mais você tenta recuperá-las, mais profundo você vai no seu cérebro. Hoje em dia é mais fácil armazenar os números de telefones no celular e discar direto, então a mente não se esforça em formar uma sequência de números aleatórios", disse o Dr. Williams ao "Men's Health". Ou seja, quando acaba a bateria do seu telefone morre, ligar para sua namorada se torna uma tarefa mental muito maior do que, por exemplo, discar o número da sua casa de infância.

O cérebro é um quebra-cabeças
Getty Images
O cérebro é um quebra-cabeças

Se perder no caminho do seu trajeto cotidiano
Resultado no relatório : Anormal
"Você não consegue dirigir sem usar o Waze ou Googla Maps? Sem problemas. Mas se de repente você esquecer uma rota familiar, como a casa da mãe ou do pai, isso pode sinalizar uma queda de memória espacial", avaliou o médico. E isso pode ser grave: os declínios na memória espacial ocorrem cedo em pessoas com mal de Alzheimer, já que é danificada uma área do cérebro envolvida na orientação.

Está atrasado para o trabalho e não sabe onde colocou as chaves
Resultado no relatório : Normal
"Isto não é um problema de memória, propriamente dito, mas sim falta de atenção. Quando as pessoas estão estressadas, pensando em coisas diferentes ao mesmo tempo, pode acontecer de não gravar uma coisa dessas na memória. Algo que é recuperado em poucos minutos", disse Dr. Williams. Em outras palavras, você estava distraído quando jogou suas chaves na mesa na noite passada, então seu cérebro não teve a chance de assimilar isso. 

Errar o caminho de casa voltando do trabalho
Resultado no relatório : Normal
"Amnésia temporária? Não, apenas uma falta de foco. Quando algo se torna parte de sua rotina, como voltar para casa do mesmo local de trabalho durante anos, você executa o pensamento consciente, por isso não pode ter um lapso de memória", disse Gary Small. "Você pode estar ouvindo o rádio no carro, pensando alguma coisa e sem se preocupar com qualquer problema. Você simplesmente não está se concentrando no que precisa", completou.

Não lembrar onde deixou o carro estacionado
Resultado no relatório : Depende do caso
"Não precisa se estressar se isso acontece de vez em quando. Basta pensar nos lugares que você parou o carro ao longo da última semana", comentou o Dr. Small. "Mas se você esquece onde parou o carro mais de duas vezes por mês, isso pode sinalizar um dos tipos de problemas de memória espaciais ligados ao Alzheimer", completou o Dr. Williams.

Não consegue encontrar a palavra certa em um diálogo
Resultado no relatório : Depende do caso
O Dr. Gary Small chama de "momento de ponta de língua" as vezes que você quer falar alguma coisa e não consegue achar a palavra. O cérebro tem um sistema de arquivamento bastante aleatório que sua mente consciente pode falhar quando é um assunto pouco usual para você. "O estresse também embaralha um pouco isso, quando se tem muita pressão", disse o médico. Mas se o homem costuma esquecer o nome de objetos comuns, precisa procurar um médico. Pode se tratar de uma anomia, uma perturbação de memória verbal que serve como alerta precoce de doença mais séria.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.