Tamanho do texto

Entre as principais causas estão as alterações genéticas e hormonais, alimentação rica em gordura e excesso de álcool

Câncer de mama não é uma doença exclusiva das mulheres. Embora o índice seja pequeno, os homens também podem sofrer com o grave problema - segundo dados do Inca (Instituto Nacional de Câncer), a cada 100 casos em mulheres, ocorre um nos homens. E a prevenção é a mesma, com autoexame e observação de alteração das mamas e axilas.

Homens também podem ter câncer de mama
Getty Images
Homens também podem ter câncer de mama


"Infelizmente ainda vivemos a imagem de que o câncer de mama atinge somente as mulheres, quando já se sabe - mesmo que em minoria - da possibilidade também aos homens. É necessário que as pessoas se conscientizem e propaguem conhecimento", disse Maria do Socorro Maciel, mastologista e coordenadora do Centro de Mama do Hospital Samaritano de São Paulo.

Entre as principais causas do câncer de mama em pessoas do sexo masculino estão as alterações genéticas e hormonais, além de alimentação rica em gordura e excesso de álcool. Por isso é altamente indicado hábitos de vida saudáveis.

"Qualquer irregularidade ou percepção de mudança nas mamas ou axilas, a pessoa deve consultar um centro especializado para atendimento e esclarecimento", diz a especialista com relação ao autoexame, já que no caso de câncer de mama em homens, quando diagnosticado, geralmente está em estágio avançado por falta de conhecimento, o que dificulta o tratamento e aumenta os riscos de metástase.

A médica Maria do Socorro Maciel ainda explica que homens que tenham em sua família casos próximos de câncer de mama devem se consultar com especialista. Esse histórico aumenta a probabilidade da doença que, quanto mais cedo diagnosticada, maiores são as chances de recuperação.

Sintomas mais comuns nos homens:

- Protuberância ou inchaço, em alguns casos com incômodo e dor;
- Pele ondulada ou enrugada;
- Vermelhidão ou descamação da pele da mama ou do mamilo e,
- Inchaço nos linfonodos (ínguas ou gânglios) axilares.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.