Tamanho do texto

Relógio raro e extremamente caro de Steven Rostovsky foi roubado por garotas de programa em Nova York

Não terminou muito bem a festinha que o milionário norte-americano Steven Rostovsky deu em Nova York, nos Estados Unidos. O rapaz de 52 anos de idade levou duas prostitutas para uma aventura sexual no quarto de um hotel de luxo e, depois da noite de prazer, se deu conta que um relógio de 600 mil dólares (cerca de R$ 2,2 milhões) havia sido roubado pelas moças.

Steven Rostovsky teve seu relógio de R$ 2,2 milhões roubado por garotas de programa
Reprodução/New York Post
Steven Rostovsky teve seu relógio de R$ 2,2 milhões roubado por garotas de programa


De acordo com o New York Post, o homem colocou seu relógio em cima de uma mesa e foi tomar banho com uma das mulheres, enquanto a outra ficou na cama. Rostovsky só notou a falta do acessório depois que elas foram embora - o relógio era uma versão de edição limitada em ouro rosa e cristais de safira, com somente 22 unidades produzidas.

Além do relógio, as protitutas também roubaram 6 mil dólares em dinheiro - o equivalente a R$ 22,5 mil.

O detalhe é que Rostovsky é casado e sua esposa, Janine, ficou chocada com a situação. "Ele me ligou nesta mesma noite e disse que tinham roubado sua carteira, mas não me deu maiores detalhes", comentou a mulher do milionário à publicação.

Steven Rostovsky é o proprietário da Rostovsky Watches, uma famosa relojoaria localizada em Beverly Hills, em Los Angeles, nas proximidades da Rodeo Drive. A polícia de Nova York ainda tenta identificar as garotas usando as câmeras de segurança do local.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.