Tamanho do texto

Mark Hetherington passou a receber pensão do governo, mas teve sua farsa descoberta pelas autoridades da Inglaterra

Um homem da cidade de Blackpool, na Inglaterra, admitiu que não poderia mais trabalhar porque estava doente, com síndrome do pânico e limitações físicas, sem poder se levantar da cama ou sair de casa. Por conta disso, ele passou a receber 5 mil libras de pensão do governo britânico - cerca de R$ 29 mil. Só que o rapaz de 51 anos de idade, chamado Mark Hetherington, não esperava ter sua farsa descoberta.

Mark Hetherington foi flagrado trabalhando como
DAILY MAIL/REPRODUÇÃO
Mark Hetherington foi flagrado trabalhando como "stripper"


Segundo reportagem do Daily Mail, Hetherington foi flagrado pelas autoridades trabalhando como "stripper" em uma casa noturna, usando o nome Ian Kognito e se fantasiando de super-heróis e ninjas em suas performances. 

"Ele disse que ficava ansioso o tempo todo e não conseguia se socializar, sem poder se misturar com outras pessoas. No entanto, o Departamento de Trabalho e Pensões começou a investigar e descobriu que ele estava trabalhando como dançarino noturno e também modelagem nua para aulas de arte", disse o advogado Malcolm Isherwood, que vai processar Mark Hetherington.

Mark Hetherington também se fantasiava de ninja
DAILY MAIL/REPRODUÇÃO
Mark Hetherington também se fantasiava de ninja


Para se defender, Hetherington admitiu que não ganhava dinheiro com a atividade paralela, na qual ele classificou com um hobby, já que sua mãe também fazia esse tipo de performance. Mesmo se explicando, o homem teve sua pensão suspensa e terá que devolver toda quantia que recebeu do governo, além de cumprir 150 horas de serviços comunitários. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.