Tamanho do texto

Os homens que participaram da pesquisa foram acompanhados antes e depois da cirurgia e revelaram o que mudou no sexo após o procedimento

Se deseja que o sexo seja melhor, há uma solução simples. Muitos homens sentem dor durante a relação ou menos prazer devido ao excesso de pele que possuem no pênis. De acordo com uma equipe de especialistas da Universidade de Chicago, para acabar com esses problemas na cama, a circuncisão é a resposta.

Circuncisão pode melhorar o desemprenho sexual e ajudar a previner doenças, como o vírus do HIV
shutterstock
Circuncisão pode melhorar o desemprenho sexual e ajudar a previner doenças, como o vírus do HIV


Leia também: Mede quanto? Estudo revela o tamanho de pênis ideal para o orgasmo feminino

Segundo estudo publicado no "Journal of Sexual Medicine", pesquisadores descobriram que após a circuncisão , o sexo se tornou mais agradável para dois terços dos homens. Na pesquisa, foi analisado o prazer sexual de homens com excesso de pele na ponta do pênis e os riscos de lesões durante a relação.

Os 362 participantes que foram questionados antes da cirurgia e 24 meses após o procedimento. “O estudo confirmou que a satisfação dos homens aumentou durante esse período. O prazer sexual melhorou e as lesões coitais diminuíram significativamente”, afirmam os pesquisadores.

Resultados satisfatórios

De acordo com informações do portal britânico “The Sun”, 98% dos homens relataram que estão felizes com a operação e 95% disseram aos pesquisadores que as parceiras ficaram mais satisfeitas após o procedimento.

Para 67%, o sexo passou a ser algo mais apreciado no pós-operatório . O desempenho sexual também melhorou e a probabilidade de ter lesão durante a relação sexual caiu significativamente.

Depois da cirurgia, a maioria dos homens relataram que a vida sexual melhorou
shutterstock
Depois da cirurgia, a maioria dos homens relataram que a vida sexual melhorou


Leia também: Homem com pênis de 48 cm recusa cirurgia e renuncia ao sexo

Alguns caras possuem o prepúcio muito apertado e a cabeça do pênis não fica para fora (a famosa fimose ), nesse caso e cirurgia é necessária. Circuncisar também é uma prática comum em algumas religiões e, nesses casos, o procedimento é realizado ainda na infância.

Prevenindo o HIV

Além de melhorar o desempenho sexual, circuncisar é uma forma de prevenir a propagação do vírus do HIV . Em lugares com altos índices de pessoas com Aids, como a África, essa cirurgia foi adotada como medida de segurança. A doença é evitada porque com o excesso de pele, a região fica menos higienizada. Com isso, o risco de surgir feridas no pênis é menor.

Como funciona?

A cirurgia é algo simples. O homem geralmente passa apenas uma noite no hospital. Em alguns casos é usado um anestésico geral , mas em outros apenas um anestésico local é suficiente (sim, o homem leva uma injeção no pênis).

Leia também: Homem perde 7 cm do pênis após cirurgia

Os pontos usados atualmente se dissolvem sozinhos, então não há necessidade de voltar para o médico para tirá-los. Mas, antes de sair por aí testando os efeitos da circuncisão colocando o pênis em ação, não se esqueça de verificar com o médico quanto tempo de abstinência sexual é necessário após o procedimento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.