Tamanho do texto

Ter um pênis mais longo é o desejo de 45% dos homens, segundo pesquisa. Se está nessa porcentagem, saiba como aumentar até 2,5 cm sem operação

Tem muito cara por aí que deseja ter um pênis um pouco maior para dar aquela impressionada na gata ou para se gabar para os amigos dizendo que é do grupo dos dotados. Pode parecer exagero, mas um estudo recente feito pela Universidade de Kentucky, nos Estados Unidos, entrevistou mais de 14 mil homens e mostrou que 45% deles gostariam de um aumento peniano.

É possível conseguir um aumento peniano sem ser necessário passar por um procedimento cirúrgico
shutterstock
É possível conseguir um aumento peniano sem ser necessário passar por um procedimento cirúrgico


Leia também: Mede quanto? Estudo revela o tamanho de pênis ideal para o orgasmo feminino

Para conseguir tal feito, muitos recorrem a uma cirurgia conhecida como penoplastia. Mas parece que não é preciso encarar o bisturi para conseguir alongar o membro. Pesquisadores da Itália garantem que há um jeito de fazer um aumento peniano de forma natural.

Extensor peniano

O medo de passar uma operação em uma parte do corpo tão estimada para os homens é comum, por isso, dois pesquisadores urológicos da Universidade de Turim trabalharam em técnicas para conseguir o almejado alongamento do membro de forma não cirúrgica.

Leia também: Descubra em que países os homens mais mentem sobre o tamanho do pênis

Depois de analisar vários métodos de baixo risco, os cientistas descobriram que os dispositivos de tração peniana realmente funcionam. O objeto que ajuda nesse processo é o extensor peniano, que estica o membro e aumenta o tamanho do pênis de 1,5 cm a 2,5 cm.

Ótimas notícias, então qual é o problema?

Para alcançar o resultado, os indivíduos precisam usar o dispositivo de tração por algumas horas todos os dias, durante um período de quatro meses, só então sentirão os efeitos. Esse é o grande problema: poucos homens conseguem usar esse objeto por tanto tempo.

Os especialistas não querem incentivar os rapazes a usar extensores do pênis, mas buscaram uma alternativa para os homens que realmente não se sentem bem com o tamanho do membro e deixam isso afetar a autoestima e a vida sexual .

Em uma entrevista ao portal britânico “Daily Star”, o cirurgião plástico David Alessi alertou que a obsessão dos rapazes com o tamanho do pênis pode ser um sintoma de um sério problema psicológico, uma síndrome dismórfica.

Leia também: Cirurgia plástica em homens serve até para "aumentar" o pênis

“A maioria dos homens que pensa que tem um pênis pequeno na verdade não tem. Os estudos variam, mas o tamanho médio de um pênis ereto varia de 12 a 15 cm. Quem possui esse complexo deviria primeiro passar com um psiquiatra e não um cirurgião para fazer o aumento peniano”, completa o especialista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.