Tamanho do texto

No site oficial do Spermopower é possível encontrar depoimentos, vídeos e promoções para convencer os homens, mas provavelmente logo saíra do ar

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a fabricação, distribuição e comercialização em todo o território nacional do produto Spermopower (Tribulus terrestris), que promete, entre outras coisas, melhorar e aumentar a qualidade do sêmen. 

Leia também: 13 curiosidades sobre o sêmen que você precisa saber

Anvisa proíbe produto que prometia potencializar e até melhorar o sabor do sêmen
shutterstock
Anvisa proíbe produto que prometia potencializar e até melhorar o sabor do sêmen



Outro ponto importante é que o produto, que diz até melhorar o sabor do sêmen , também está proibido de ser divulgado, tanto pelo site oficial – que ainda está valendo, mas provavelmente deverá sair logo do ar – quanto por qualquer outro meio de comunicação. A resolução foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (21). As informações são da Agência Brasil. 

Leia também: Esperma também pode ser afetado pela alimentação; entenda

O produto não possui registro, notificação ou cadastro na Anvisa e isso levou à apreensão e à inutilização das unidades que estiverem à venda em qualquer tipo de estabelecimento.

Veja íntegra da publicação do Diário Oficial: 

DIRETORIA DE CONTROLE E MONITORAMENTO
SANITÁRIOS
GERÊNCIA-GERAL DE INSPEÇÃO
E FISCALIZAÇÃO SANITÁRIA
RESOLUÇÃO - RE No
- 2.181, DE 15 DE AGOSTO DE 2017
A Gerente-Geral de Inspeção e Fiscalização Sanitária, Substituta,
no uso das atribuições que lhe foram conferidas pela Portaria nº
973, de 14 de junho de 2017, aliado ao disposto no art. 54, I, § 1º da
Resolução da Diretoria Colegiada - RDC nº 61 de 3 de fevereiro de
2016;
considerando os arts. 12, 50 e 67, I, da Lei nº 6.360, de 23
de setembro de 1976;
considerando o art. 7º, XV, da Lei nº 9.782 de 26 de janeiro
de 1999;
considerando a comprovação da divulgação irregular do produto
SPERMOPOWER (Tribulus terrestris) sem registro, notificação
ou cadastro na Anvisa, por meio do site http://www.spermopower.com.br/,
resolve:
Art. 1º Determinar, como medida de interesse sanitário, em
todo o território nacional, a proibição da fabricação, distribuição,
comercialização e uso do produto SPERMOPOWER (Tribulus terrestris),
sem registro, notificação ou cadastro na ANVISA, fabricado
por empresa desconhecida, bem como a divulgação por meio do site
http://www.spermopower.com.br/ ou por qualquer outro meio de comunicação.
Art. 2º Determinar, ainda, a apreensão e inutilização das
unidades do produto descrito no art. 1º encontradas no mercado.
Art. 3º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

Leia também: Esperma na comida? Esse ingrediente exótico chegou à culinária de Londres

Promessas milagrosas

Segundo o site oficial, trata-se de um produto 100% natural, que garante maior volume do sêmen, aumenta a quantidade de esperma em até 1000%, dá mais potência sexual, proporciona uma ejaculação explosiva e orgasmos mais intensos, além de melhorar o sabor do sêmen. Mas, a proibição da Anvisa serve como alerta de que é preciso cuidado com o que é vendido na internet e que antes de procurar soluções milagrosas é melhor ficar atento aos detalhes para não cair em furadas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.