Tamanho do texto

Comediante fraturou o membro durante o sexo e precisou até passar por um procedimento cirúrgico. Após o "susto", ele detalhou o caso em um livro

Se você ainda tem dúvida de que os pais fazem qualquer coisa pelos filhos, precisa conhecer Ross Asdourian, a mãe do comedianteno nove-iorquino Asdourian. Após o filho de 32 anos fraturar o pênis de forma severa durante uma relação sexual, foi ela quem o ajudou urinar. 

Leia também: Descubra a posição sexual campeã em fazer o membro masculino quebrar

Após quebrar o pênis e fazer cirurgia, o comediante dependeu da ajuda da mãe para fazer xixi na recuperação
shutterstock
Após quebrar o pênis e fazer cirurgia, o comediante dependeu da ajuda da mãe para fazer xixi na recuperação


Esse exemplo de amor materno, os detalhes de como foi quebrar o pênis e todo o processo de recuperação é detalhado de forma leve e divertida no livro “Broken Bananah: Comédia, Vida e Sexo”, escrito pelo próprio comediante que sofreu o doloroso acidente há três anos enquanto fazia sexo.

“Acho que todos os homens sabem que isso [fraturar o membro] é possível. Ainda ouso dar um passo adiante e dizer que a maioria dos homens provavelmente já passou por um susto por ter se inclinado um pouco demais no sexo, inclusive eu”, conta em entrevista à "CNN".

Sem receios, Asdourian explica como ele e a parceira estavam no momento em que ele teve a fratura peniana. "Estava basicamente me aproximando da linha de chegada e resolvi parar. Quando fui retomar, ela estava se afastando” conta o americano, ressaltando que foi nesse desencontro do corpo dele com o da parceira que sentiu algo estranho e precisou correr para a emergência com dor e sentindo o membro latejar.

A post shared by Ross Asdourian (@ross_do) on


No hospital, Asdourian soube que sofreu uma fratura peniana , também conhecida como "ruptura do corpo cavernoso". Rajveer Purohit, diretor de urologia reconstrutiva do Mount Sinai Hospital, em Nova York, e principal cirurgião no caso de Asdourian, explica que o corpo cavernoso é um tecido único que só está presente no pênis e acrescenta que, quando você está prestes a ter uma ereção, o sangue flui para o corpo cavernoso, que se enche como uma esponja.

Leia também: Quebrou, e agora? Saiba o que fazer quando sofrer fraturas nos países baixos

Ainda segundo o especialista, quando muita pressão é aplicada ao corpo cavernoso, o tecido em torno dele pode rasgar, causando uma ruptura corporal, como um balão de água quando estoura.

Após constatada a fratura, o comediante passou por um procedimento conhecido como cistoscopia, no qual uma câmera é inserida no membro para avaliar os danos na uretra e na bexiga. “O primeiro grande teste foi para ver se eu poderia fazer xixi ou não, porque, quando você não pode fazer xixi, é como se uma bomba-relógio fosse acionada e os médicos precisam decidir rápido o que fazer”, explica.

Como a lesão de Asdourian era grave, ele teve de passar imediatamente por uma cirurgia de três horas para "consertar" seu pênis. "Eu fiz uma uretroplastia, na qual limpamos as bordas da uretra e colocamos as duas bordas juntas", expõe o cirurgião.

A post shared by Ross Asdourian (@ross_do) on


Apesar da cirurgia, Asdourian não conseguiu fazer xixi sozinho por vários meses, e foi nesse momento que precisou contar com a ajuda da mãe. "Várias pessoas me ajudaram a fazer xixi, incluindo minha mãe, enquanto eu passeava pela cidade de Nova York amarrado a um tubo de micção”, afirma ele no livro, que não está disponível em português.

Leia também: Quer aumentar o pênis? Células-tronco podem substituir cirurgia plástica

Caso raro? Nem tanto

Apesar de parecer algo longe da realidade, quebrar o pênis é mais comum do que você imagina. Segundo um estudo de 2002, mais de 1,3 mil casos de fraturas penianas foram mencionadas na literatura médica desde 1935. Jack Mydlo, professor e presidente de cirurgia urológica na Temple University (EUA), conta que se depara com uma ou duas rupturas penianas por mês. Se isso é só no consultório dele, imagine no resto do mundo?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.